A Granja do Ano – 35 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

ESPECIAL

O caminho em nossa mãos

Mesmo com tantos e até violentos ventos contrários, a agricultura brasileira continua com rumo. E o mérito pela manutenção no caminho certo é exclusivo dos produtores e dos demais profissionais do setor, que sabem muito bem onde querem aportar – independente do número de caminhos que se apresentem. Não fosse assim, já teriam sucumbido a tantas e violentas tempestades que tiveram que enfrentar com o peito aberto nos últimos tempos. Nas páginas seguintes, numa radiografia aprofundada de 22 atividades agrícolas – as principais da agropecuária brasileira – algumas das análises são um tanto pessimistas, pois as circunstâncias não são nada favoráveis. Até porque o setor há muito (ou sempre) vive nesta verdadeira orfandade no que se refere ao amparo de uma política agrícola séria e respeitada – alguém já ouviu falar em um preço mínimo sendo honrado?

Mas nenhuma crise terá a capacidade de frear bruscamente o desenvolvimento e a evolução do maior negócio do Brasil. A agropecuária seguirá em direção ao futuro como sempre seguiu, independente das eventuais situações de graves dificuldades. Se esta afirmação não fosse verdadeira, o Brasil hoje não seria referência em agricultura eficiente e produtiva. E, sobretudo, não seria apontado como a futura maior potência agrícola do planeta. Afinal, quem conhece um pouco da realidade do produtor brasileiro sabe que ele é um especialista em navegar em águas turbulentas, plantar e colher mesmo quando São Pedro ou o mercado (ou mesmo Brasília) mostram-se como autênticos e duros concorrentes. Portanto, mais do que nunca, independente do sentido dos ventos, caberá a nós todos nos mantermos no caminho certo rumo à evolução e à prosperidade.