Exportações argentinas de grãos resultam em receita de US$ 1,8 bi em fevereiro

As exportações argentinas de grãos e derivados resultaram em receita de US$ 1,8 bilhão em fevereiro deste ano, alta de 122% ante igual mês do ano passado e queda de 15,4% sobre janeiro. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela Câmara da Indústria Oleaginosa da República Argentina (Ciara) e pelo Centro de Exportadores de Cereais (CEC), entidades que representam 40% das exportações totais argentinas.

Segundo as entidades, a receita mensal de fevereiro foi a maior para o mês dos últimos 18 anos, com exceção de 2014, quando foi de US$ 1,892 bilhões.

“Esse resultado é explicado pela alta nos preços internacionais de produtos industrializados à base de soja e de commodities em geral, além da regularização dos embarques atrasados e a liquidação de estoques para facilitar a entrada da próxima safra”, comentam as entidades, em nota.

No bimestre, a receita resultante das exportações desses produtos alcançou US$ 3,95 bilhões, montante 63% superior ao acumulado nos dois primeiros meses de 2020.

O principal produto exportado pelo setor é o farelo de soja, contribuindo com cerca de 13% do total comercializado para o exterior pelo país.

Data: 02/03/2021
Fonte: Estadão

Últimas notícias