Gente do Fito

IHARA: PRIMEIRO DEFENSIVO BIOLÓGICO PÓS-COLHEITA

Gente

A Ihara obteve o primeiro registro do Brasil para utilização de um defensivo biológico após a colheita. Lançado em 2017 para o manejo fitossanitário nas lavouras, agora, o fungicida Eco-Shot vai ajudar a proteger a qualidade e o valor de hortifrutis depois que os produtos saem do campo. “Todos os elos da cadeia perdem com o desperdício e a perda de qualidade, mas isso acaba se refletindo, principalmente, no preço pago ao produtor”, analisa o gerente de Produtos Biológicos da Ihara, Maurício Hideki Ouchi. “Ao proteger a qualidade da produção antes e após a colheita, o Eco-Shot está protegendo também o lucro do agricultor.”

SYNGENTA “O ARROZ NOSSO DE CADA DIA: DA TERRA À MESA"

Gente

A Syngenta realizou, no mês passado, o evento “O arroz nosso de cada dia: da terra à mesa”, encontro em Porto Alegre que promoveu um debate entre os seguintes integrantes da cadeia de valor do cereal: um orizicultor, representantes do Irga, da Federarroz, uma nutricionista e um chef de cozinha, além dos líderes da Syngenta. O evento explorou as nuances da produção, comercialização e consumo do arroz. “Ao levarmos conhecimento sobre a agricultura ao público diverso que esteve presente no evento, colaboramos com a desmitificação do preconceito que ainda existe com as práticas agrícolas, em certo grau, por conta da falta de informação”, conclui Laila Pinheiro, Lead External Affairs Latam e Brasil.

CLUBE DA CANA DA FMC ABORDA O FUTURO DO SETOR

Gente

“Em dia com o futuro” foi o tema principal do Clube da Cana FMC, em sua 21ª edição, evento que reuniu cerca de 300 pessoas, entre produtores e especialistas, para debater diferentes assuntos sobre o setor sucroenergético. “O Brasil deve moer mais de 550 milhões de toneladas de cana neste ano, segundo estimativas de consultorias. Como líderes de vendas nesse segmento, precisamos estar juntos com toda a cadeia produtiva nesse desafio de produção com investimentos em inovações tecnológicas e serviços para trazer mais produtividade e rentabilidade, incentivando e contribuindo para uma produção de qualidade e mais sustentável no campo”, destacou a importância do evento o vice-presidente da FMC América Latina, Ronaldo Pereira.

DRONES APLICAM PRODUTOS DA KOPPERT NA CANA

Gente

Um dos segmentos que mais têm crescido na agricultura brasileira, mesmo em tempos de crise econômica, é o de controle biológico de pragas e doenças em diversas culturas, uma área em que o Brasil é um dos líderes mundiais em inovação e pesquisa. A avaliação é do diretor comercial da Koppert do Brasil, Gustavo Herrmann, que destaca a atuação da empresa de origem holandesa. “Com a tecnologia de liberação por drones, agentes de controle biológico da Koppert trataram, apenas em cana, mais de 1 milhão de hectares na safra 2017/18”, revela o executivo.

UPL APOIA EVENTO DA FUNDAÇÃO MT

Gente

A Fundação MT realizou, durante novembro, o evento “É hora de cuidar” que rodou municípios do Mato Grosso, iniciativa que foi patrocinada pela UPL. Produtores, consultores e revendedores foram apresentados às novidades sobre os cuidados e o manejo de insetos da soja, através de uma palestra oferecida pela Lucia Madalena Vivan, pesquisadora da Fundação MT e doutora em Entomologia. “Apoiar iniciativas como essa fortalecem ainda mais nossa agricultura. Dessa forma, estaremos lá contribuindo mais uma vez com a fundação e os participantes”, destaca Rafael Borba, supervisor de Marketing de Cultivos Extensivos Norte da UPL.

SINON: REGISTRO DO PRIMEIRO PRODUTO FABRICADO NO BRASIL

Gente

A Sinon obteve o registro de seu inseticida Assaris, que será o primeiro produto da empresa a ser formulado no Brasil. O Assaris é indicado para o controle de pragas de algodão, milho e soja, tendo também ação sobre a lagarta Spodoptera fugiperda. “Neste momento, somos tomados por duas grandes satisfações: a expansão das operações da Sinon no Brasil, valorizando a indústria local, e a implementação do nosso portfólio com soluções que auxiliam os agricultores a colherem os seus melhores resultados a cada safra”, afirma Emerson Teixeira, responsável pelo desenvolvimento de produtos da Sinon.

ALBAUGH: 100 EVENTOS PARA LANÇAR O RECONIL

Gente

O apetite da Albaugh para ser a referência do mercado brasileiro de defensivos genéricos pode ser medido pelo número de eventos para o lançamento do fungicida Reconil: mais de 100 encontros entre as áreas técnicas e comercial da empresa norte- -americana e as principais revendas e cooperativas, entre agosto e novembro, deram a largada numa ousada estratégia de negócios. O diretor comercial e de marketing da Albaugh, Paulo Tiburcio, ressalta que a companhia também tem como diferencial sua receptividade à formação de parcerias com as revendas e cooperativas brasileiras na comercialização de agroquímicos. “Nós jogamos junto com o distribuidor, não fazemos vendas diretas”, resume.


Nufarm Care: mais de 2 mil pessoas conscientizadas por ano

Gente

Mario Drehmer, gerente de herbicidas e coordenador do programa Nufarm Care

O que é e qual a proposta do programa Nufarm Care? Trata-se de uma iniciativa que visa ao uso correto e seguro dos produtos da Nufarm. O programa contempla desde a etapa de produção até a aplicação na lavoura, passando pela armazenagem e pelo transporte seguros, e chegando ao final do ciclo com o descarte correto de embalagens. Nufarm Care compreende a plataforma de Product Stewardship da companhia, que é ancorada num conjunto de medidas para promover a segurança de produtos da marca, bem como preservar o homem e o meio ambiente durante a aplicação de agroquímicos.

Quais os efeitos no campo do Nufarm Care e como tem sido o engajamento dos produtores?

No ano que vem, no Brasil, a Nufarm tem programados cerca de 200 eventos a campo, envolvendo tecnologias de controle fitossanitário e seminários técnicos. Em cada um desses encontros, a companhia realizará treinamentos do Nufarm Care. A expectativa é atingir em torno de 2 mil pessoas por ano com o programa, de maneira que o público dos eventos multiplique informações em sua propriedade ou região de atuação. Em 2018, o Nufarm Care cumpriu agenda semelhante. O engajamento dos produtores é avaliado como altamente positivo. A iniciativa da companhia tem sido elogiada por produtores, consultores e distribuidores parceiros, entre outros públicos do setor.

E qual a percepção dos profissionais de campo da Nufarm em relação ao uso consciente de defensivos pelos produtores e operadores de pulverizadores?

A Nufarm é a principal interessada na segurança dos usuários de seus produtos, por isso investe na conscientização e na promoção do uso correto e seguro de suas tecnologias. É esta a mensagem central que os profissionais a campo da companhia cuidam de divulgar, e o fazem com engajamento fora do comum. A Nufarm acredita na agricultura sustentável. A companhia tem investido fortemente na disseminação das boas práticas agrícolas com o envolvimento de sua força de vendas atuante no campo. Entendemos que esse formato tem produzido resultados significativos. Produtores agrícolas e operadores de pulverizadores são públicos-alvo fundamentais para o Nufarm Care avançar ainda mais, e, para eles, a companhia continuará a investir no desenvolvimento de materiais de suporte, treinamentos e palestras técnicas.

Que outras ações a Nufarm promove atualmente e/ou planeja desenvolver em 2019 em relação à conscientização do uso responsável de defensivos?

Além dos eventos a campo, a companhia envolve seus distribuidores e os estimula a fornecerem informações e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos agricultores e aplicadores. A Nufarm vem estabelecendo diversas parcerias com instituições que desenvolvem tecnologias de aplicação de agroquímicos visando levar aos usuários as melhores práticas de pulverização para obter a total segurança do usuário e o máximo potencial de seus produtos.