Top Ciência

 

TOP CIÊNCIA premia estudos em agricultura

Iniciativa bienal promovida pela Basf chega à 10ª edição, reunindo cerca de 2.500 estudos

A 10ª edição do Top Ciência, iniciativa realizada pela Basf, que prioriza o conceito de cocriação e inovação aberta para fomentar o desenvolvimento de projetos de pesquisa em parceria com outras instituições e pesquisadores, premiou 26 estudos em Agricultura, de um total de 315 trabalhos inscritos em toda a América Latina. Realizado a cada dois anos, o Top Ciência é um dos mais importantes fóruns de aprendizado e desenvolvimento técnico-científico na agricultura. Nesta edição, participaram cerca de 350 pesquisadores, cientistas, agricultores e consultores da América Latina que se destacaram com trabalhos científicos inovadores em prol da agricultura sustentável. A comissão julgadora elegeu as melhores pesquisas em mais de 18 cultivos pesquisados. O Top Ciência reuniu em dez edições cerca de 2.500 estudos.

Além de incentivar a discussão, a empresa também investe em projetos oriundos de outras instituições e não apenas próprios. “Facilitamos o trânsito de recursos entre os setores produtivo, acadêmico e entre outras instituições”, explica o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Unidade de Proteção de Cultivos da Basf para a América Latina, Ademar De Geroni. Na categoria de Cooperação Técnica foram investidos mais de R$ 600 mil em projetos de parceiros, entre instituições e pesquisadores.

Este ano, o Top Ciência trouxe, além das pesquisas realizadas com pesquisadores e institutos de pesquisa agrícola, uma discussão sobre perdas e desperdício de alimentos. Isso porque o evento foi parte integrante do Creator Space Tour SP, etapa brasileira das comemorações dos 150 anos da Basf pautada por iniciativas de cocriação, que tem o alimento como tema central. Na ocasião, os convidados do Top Ciência participaram de um workshop sobre perda e desperdício de alimentos com mediação do professor da Unicamp e especialista em segurança alimentar, Walter Belik.

“Nesse debate, abordamos o papel do setor agrícola no atendimento à demanda por alimentos, a redução de perdas de alimentos, avaliando a cadeia como um todo desde o plantio até o consumo. Falamos ainda sobre as perspectivas futuras da Basf no sentido de promover maior segurança alimentar globalmente, por meio de investimentos em inovação e tecnologia”, afirma Sandra Takaki, gerente de Estratégia e Inovação para Pesquisa e Desenvolvimento da Unidade de Proteção de Cultivos da Basf para América Latina. A 10ª edição do Top Ciência 2015 já passou pela Argentina e Costa Rica em julho último e foi encerrada no Brasil.

Mais sobre a premiação no site www.topciencia.com.br