John Deere

 

JOHN DEERE: o maior trator fabricado no Brasil

Com a presença de líderes globais, a empresa inaugurou a ampliação da fábrica de Montenegro/RS para produzir tratores de alta potência, a Série 8R, com cinco modelos de até 370 cv

Leandro Mariani Mittmann [email protected]

A John Deere inaugurou no mês passado a ampliação da sua fábrica de tratores, em Montenegro/ RS, para produzir uma nova série de tratores, a 8R, de potência com até 370 cv, o mais potente trator produzido pela indústria brasileira. São cinco modelos a partir de 270 cv, passíveis de se transformarem em 24 combinações diferentes, e que, pela nacionalização, podem ser financiados pelo Finame. O evento de inauguração da ampliação teve a presença de lideranças mundiais da empresa, como o CEO da Deere & Company, o americano Samuel Allen, além de clientes, concessionários e autoridades como o vice-governador gaúcho, José Paulo Dornelles Cairoli. O investimento no novo produto foi de US$ 40 milhões.

Allen lembrou que a ampliação da fábrica demonstra a confiança da John Deere na agricultura brasileira, assim como no crescimento do Brasil. “Essa expansão indica que temos confiança para produzir em alto nível e demonstra que acreditamos no desempenho do Brasil”, disse. “O Brasil é um mercado-chave para a John Deere pela sua importância estratégica e pelo seu enorme potencial agrícola. O sucesso da agricultura brasileira é fundamental na crescente demanda mundial por alimentos”, reforçou o executivo.

Já Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil, destacou a importância do projeto da Série 8R para a John Deere no País, visto que as janelas de plantio (assim como da colheita) estão cada vez mais Divulgação curtas. Além disso, no ano passado, a empresa passou a produzir plantadeiras de 46 a 50 linhas na unidade de Horizontina/RS. “Estávamos precisando de um ‘cavalo’”, revelou. Herrmann ressaltou que, apesar do momento mais delicado da economia brasileira, a empresa não revê investimentos. E que a companhia, em uma estratégia de longo prazo, coloca o Brasil como um dos mais importantes mercados. “Estamos vendo um crescimento sustentável da empresa nos últimos anos, cujos resultados mostram a qualidade, confiança e força da marca John Deere junto aos agricultores”, acrescentou. “Vamos produzir aqui em Montenegro o mesmo produto dos Estados Unidos”, fez questão de ressaltar Herrmann.