Sustentabilidade

 

Agropecuária brasileira é EXEMPLO para o mundo

O investimento em tecnologia empreendido na agropecuária brasileira nas últimas décadas deu ao Brasil know how para atuar no uso eficiente do solo e garantir uma produção agrícola e pecuária sustentável. Nos últimos 25 anos, a área utilizada para o cultivo de grãos aumentou 50%, enquanto o volume de produção foi expandido em 200%, exemplificou o coordenador do Centro de Estudos do Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Roberto Rodrigues, ao participar da mesa redonda “Produção agrícola de alimentos e sustentabilidade no Brasil”, na Expo Milano 2015, em Milão, Itália.

O encontro reuniu ainda representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), da Embrapa, da Conab e do grupo de trabalho Pecuária Sustentável. “Isso se chama sustentabilidade e, graças à tecnologia, que aumenta a produtividade por hectare, o mundo inteiro reconhece o impressionante desempenho brasileiro na área tecnológica. Se tivéssemos a mesma produtividade de 25 anos atrás, seriam necessários 60% a mais de área plantada”, argumentou o ex-ministro da Agricultura.

O Brasil reúne todas as características necessárias para ser considerado um país sustentável. Segundo o superintendente técnico CNA, Bruno Lucchi, o resultado do comprometimento é que 61% do território nacional encontra-se em área de conservação. “Só o Brasil tem uma área como essa. Nós temos condições de avançar muito mais. O mesmo vale para a pecuária, cuja produção de carne aumentou 30% enquanto o tamanho da área ocupada pelo rebanho diminuiu 20%”, destacou o superintendente.