Primeira Mão

 

Tegram na ativa

O Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), localizado no Porto de Itaqui, em São Luiz, iniciou a operação em fase de testes, e inclusive o primeiro navio já partiu com 66 mil toneladas de soja para a China. O Tegram representa um marco logístico para o País, uma vez que o terminal é bastante aguardado pelo agronegócio em geral, pois representa uma nova alternativa para o escoamento da safra de grãos, especialmente para a região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), além do Nordeste do Mato Grosso.

O Tegram recebeu investimentos de R$ 600 milhões e é composto por quatro armazéns, cada qual com capacidade de armazenamento estática de 125 mil toneladas. Em uma primeira etapa, o terminal terá capacidade de movimentar volumes superiores a 5 milhões de toneladas de soja, milho e farelo. O Consórcio Tegram é formado pelas empresas NovaAgri, Glencore, CGG Trading e Consórcio Crescimento (formado pelo Grupo Amaggi e Louis Dreyfus Commodities), que juntas fazem a gestão da área comum do terminal, e cada qual administra o seu próprio armazém.


308%

Esse foi o aumento em média das terras agrícolas brasileiras entre 2002 e 2013. É o que concluiu estudo realizado pela Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, em conjunto com a Universidade de Brasília. No período, a inflação foi de 121,9%. A terra representa 70,5% do valor dos bens existentes nos estabelecimentos agropecuários, enquanto o restante é dividido entre benfeitorias em geral, lavouras (permanentes e temporárias), matas e outros como veículos, máquinas e animais.

47%

Essa é a fatia da soja na produção brasileira de grãos da safra 2014/15. Pelos números do sexto levantamento da Conab, a temporada deverá produzir 198,5 milhões de toneladas de grãos e fibras, 2,6% a mais que os 193,5 milhões da anterior. A soja terá expansão de 8,3% sobre a safra passada, ou 7,14 milhões de toneladas, para 93,26 milhões. A área cultivada deverá se manter inalterada de uma safra para a outra, com 57,03 milhões de hectares. A maior evolução é a da oleaginosa, de expansão de 3,9% – de 30,17 milhões para 31,33 milhões de hectares.


BAYER COMPRA SEGMENTO DE SEMENTES DA CCGL

A Bayer CropScience anunciou a aquisição do negócio de sementes da Cooperativa Central Gaúcha (CCGL), uma tradicional cooperativa gaúcha com atuação em diversos segmentos. “O negócio vai possibilitar à Bayer CropScience expandir ainda mais o seu trabalho de pesquisa e desenvolvimento de variedades de sementes para atender as demandas e necessidades dos produtores brasileiros. Essa importante aquisição viabiliza nosso acesso a um banco de germoplasma de qualidade para o desenvolvimento de variedades e traits”, destacou Eduardo Mazzieri, diretor de Negócios de Sementes da Bayer Brasil. Os valores da transação não foram divulgados.


Proteja (ao menos) uma nascente

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) lançou no Dia Mundial da Água, em 22 de março, um programa nacional de Proteção de Nascentes, com o mote “Um dia você vai ter que proteger uma nascente”. Para mostrar que é possível proteger uma nascente em apenas um dia é só seguir cinco passos, e para colaborar com a boa intenção do interessado, a entidade criou um site especial. Quer proteger uma nascente? Acesse o site www.canaldoprodutor.com.br/protecaodenascentes e conheça os cinco passos.


Todos os indicadores econômicos sustentam que, apesar da desaceleração geral ocorrida na economia, o agronegócio seguirá como o principal protagonista de sustentação para o crescimento do País. Ele tem colaborado de duas formas: no fornecimento de alimentos a preços competitivos, que colabora para atenuar os efeitos de uma inflação em aceleração, e na garantia de exportações consideráveis, que colabora para que o declínio na balança não seja tão profundo”.

Fábio Meirelles, presidente da Faesp e também da Agrishow, ao comentar a sua expectativa para a realização da feira de Ribeirão Preto/SP em relação ao momento político e econômico pelo qual passa o Brasil


Gigantismo cooperativista

De cada 100 produtores brasileiros das principais culturas e criações (como soja, café, laranja, leite, carne, etc.), 64 estão vinculados ao cooperativismo. O dado é da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). A entidade representa 1.600 cooperativas agrícolas, instituições mantidas por 1 milhão de cooperados, e o faturamento das instituições chega a R$ 100 bilhões/ano – 10% do PIB agrícola. O presidente da entidade, Márcio Lopes de Freitas, destaca que todo o desempenho positivo do cooperativismo tem por objetivo beneficiar o associado. “Por isso, as cooperativas possuem estratégias de longo prazo, perpetuação e persistência, mesmo atuando em mercados muito voláteis, diferentemente dos empreendimentos voltados ao investidor, que buscam prioritariamente retornos financeiros”, avalia.


Inovar para um futuro sustentável

O presidente mundial da New Holland Agriculture, Carlo Lambro, esteve na fábrica da marca de Curitiba, e discutiu com os diretores da empresa sobre os resultados, estratégias e metas para o ano. Segundo ele, o Brasil e a América Latina são mercados estratégicos para o grupo CNH Industrial, do qual a New Holland é integrante. E que a região continental será importante para a segurança alimentar do planeta. “São necessários encontros constantes para discutirmos os desafios dos próximos anos, como fazer mais com menos, proteger os recursos naturais, utilizar a reciclagem e desperdiçar menos. É preciso inovar para garantir um futuro sustentável”, afirma Lambro, à esquerda, na foto com Alessandro Maritano, vice -presidente para a América Latina.


O maior pé de soja do mundo!

Enquanto o Brasil mede seus feitos na produção de soja em toneladas – serão mais de 93 milhões nesta safra – o produtor Nelson Roque Kappes, 62 anos, é premiado pelo número de vagens. Ele e a esposa, Celiria Maria, de Santa Carmem/MT, são tradicionais campeões em concursos que premiam o número de vagens por pé de soja – cultivado em condições especiais para essa finalidade, inclusive com luz artificial. Na recente Expodireto, ele expôs uma planta com exatas 21.425 vagens! São três metros de altura, 9 quilos e sete meses de ciclo. A planta está em processo de homologação do Guinness Book como maior pé de soja do mundo. Em alguns concursos, o seu Nelson foi primeiro colocado e a esposa, em segundo. Em outros, perdeu o primeiro lugar para o... irmão. A família cultiva seis pés por ano para esse perfil de concurso. Na foto, o casal em um dos concursos que participou.