Boa Práticas

 

CULTIVIDA da Ihara leva orientação a agricultores

Há três anos circulando pelo Brasil com o objetivo de instruir agricultores sobre o uso correto de defensivos agrícolas, além de investir na educação e na capacitação dos agentes locais de saúde, o projeto Cultivida, da Ihara, é mais uma vez sucesso de público. Em 2014, o evento foi realizado nas cidades de Santa Cruz do Sul/RS, Ipuiuna, no sul de Minas Gerais, Paty do Alferes/RJ, e Sorriso/MT.

Em Santa Cruz do Sul, mais de uma centena de profissionais de saúde reuniram- se para assistir à palestra do toxicologista Angelo Trapé. E os agricultores puderam fazer a coleta de sangue, assistir palestras e participar das atividades realizadas. O evento também teve ótima receptividade em Ipuiuna. A economia predominante do município é rural e a maioria da população vive do plantio de batatas. No município, o evento teve o apoio da Secretaria de Saúde e nos três dias contou com a presença de mais de 420 pessoas. Em Paty do Alferes, os agentes e agricultores mostraram-se muito interessados, pois boa parte da economina local gira em torno do plantio de tomates, o que faz do uso de defensivos agrícolas um tema relevante para os cidadãos. Já em Sorriso, os agentes de saúde também mostraramse muito empolgados na palestra do toxicologista Angelo Trapé.

“Os principais objetivos do Cultivida são reduzir e eliminar os casos de intoxicação ocupacional no Brasil, levar esclarecimento à população rural e à sociedade quanto ao uso dos agroquímicos, mostrando que, com adoção das Boas Práticas Agrícolas, podemos produzir alimentos sem problema algum e que os agroquímicos são necessários para a agricultura”, justifica Afonso Matsuyama, consultor de registro da Ihara e um dos responsáveis pelo projeto.