Cartas, Fax e E-Mails

MUDANÇAS À VISTA EM 2014/15

Ao ler a reportagem sobre as perspectivas para a safra 2014/15 (edição de agosto), lembrei que ano após ano, e olha que estou há tempos na agricultura, observo este clima de incerteza a cada início de safra. Clima, preços e por aí vai, são muitas as variantes que podem levar o agricultor a perder dinheiro ou até mesmo ir à bancarrota. Desde sempre se fala em um seguro de safra amplo e consistente, que dê garantias ao produtor. Mas, pelo jeito, não vai ser desta vez que eu verei. Será que em 2015/ 16 vai ser diferente?

Elísio de Alcântara Montividiu/GO


MUDANÇAS À VISTA EM 2014/15 II

Gostei demais de ver na reportagem sobre a próxima safra (edição de agosto) os jovens que estão plantando soja em áreas de arroz aqui no Rio Grande do Sul. É mais uma prova do espírito empreendedor do agricultor brasileiro, que busca sempre alternativas para seus problemas ou mesmo para obter mais renda. Ficar só esperando ajuda dos governos que falam, falam ou mesmo esperar que uma seca nas lavouras americanas melhore os preços nem sempre adianta. Cabe a nós inventarmos saídas ou novos caminhos. Parabéns para eles.

Patrícia Severo Ijuí/RS


O PERIGO DA SAFRINHA DE SOJA

Excelente a abordagem sobre a safrinha de soja (Os perigos da tentadora safrinha de soja, edição de agosto). Todo o produtor deve buscar lucro, ganhar dinheiro, é direito e dever dele, mas também não pode ser um inconsequente. No primeiro dia de aula em uma faculdade de Agronomia você já aprende que a rotação de culturas é fundamental por uma série de razões. Pois além de não fazer a rotação, ano após ano, ainda o sujeito vai plantar soja sobre soja!? Aí é pedir para acabar com o seu sistema produtivo.

Angelo da Cruz Ponta Grossa/PR

[email protected] ou acesse www.agranja.com twitter.com/#!/revista_agranja