Aqui Está a Solução

 

PAÍSES IMPORTADORES

Quais são os países que mais importam produtos do agronegócio brasileiro? Agradeço a informação.

Vanessa Louzada Planaltina/DF

R- Prezada Vanessa, em 2013, a China foi o grande destaque entre as nações importadoras. Foi a primeira vez que o país ultrapassou a União Europeia como principal comprador de produtos do agronegócio brasileiro e adquiriu US$ 22,88 bilhões. As vendas subiram US$ 4,91 bilhões em relação a 2012, segundo informações do Ministério da Agricultura. A Ásia, em 2013, passou de uma participação de 35,7% para 40,5% nas exportações do agronegócio brasileiro. De uma forma geral, houve concentração das exportações entre os 20 principais países importadores em 2013. Esses países passaram de uma participação de 72% nas compras de produtos do agronegócio brasileiro para 74,3%. São eles: China, Estados Unidos, Países Baixos, Japão, Hong Kong, Rússia, Coreia do Sul, Alemanha, Venezuela, Arábia Saudita, Bélgica, Itália, Espanha, Emirados Árabes, Reino Unido, Egito, Irã, Indonésia, França e Taiwan. No total, o setor respondeu por vendas de US$ 99,97 bilhões em 2013, uma alta de 4,3% sobre 2012.


CONDIÇÕES PARA O ABACAXI

Olá, amigos da revista A Granja. Gostaria de saber quais são as influências de latitude, altitude e temperatura para o cultivo do abacaxizeiro. Obrigado.

Miguel Luiz Vasques - São Luís/MA

R- Caro Miguel, o abacaxizeiro é uma planta de origem tropical e pode ter desenvolvimento e produção prejudicados em regiões de altas latitudes. Em geral, as regiões de baixa latitude, localizadas entre os paralelos 25o Norte e 25o Sul, são as mais indicadas, dizem os pesquisadores da Embrapa. A planta também não suporta um clima muito frio. Por essa razão, recomenda-se seu cultivo em regiões de baixa altitude (menos de 400 m). A faixa ótima de temperatura para o crescimento e o desenvolvimento do abacaxizeiro situa-se entre 22oC e 32oC. A planta pode suportar temperaturas fora dessa faixa, mas em temperaturas acima de 40oC e abaixo de 5oC apenas resiste por períodos curtos. Temperaturas altas durante o dia e baixas durante a noite favorecem o desenvolvimento do fruto. Uma variação em torno de 8oC a 14oC entre as temperaturas máxima e mínima, num período de 24 horas, contribui para melhorar a qualidade do fruto, principalmente reduzindo sua acidez, o que é importante para a industrialização. Frutos produzidos durante os meses quentes apresentam menor teor de acidez bem como aroma e sabor mais agradáveis.