Vitrine

   

NOVOS E PROMISSORES HORIZONTES DO MILHO

O milho é um assunto que sempre rende uma boa pauta, independente do que esteja acontecendo com a commodity. Cotação nas alturas, preço no piso, não importa; a cultura que gerou 81 milhões de toneladas na safra brasileira 2012/13 tem, é claro, personalidade própria para atrair holofotes ao natural. Mas ao abordar o tema milho na principal reportagem desta edição - além do enfoque sempre aguardado pelo nosso leitor: "O milho segunda safra vai dar lucro ou não?" -, evidenciamos dois outros vieses, o promissor acordo com os chineses que poderá possibilitar a exportação de milhões e milhões de toneladas, assim como a viabilidade de transformar o cereal em etanol. Duas usinas mato-grossenses já estão apostando nesta matéria-prima para fazer o biocombustível.

O que não é uma aposta, mas sim uma tacada de retorno certo (desde que bem feita), é a integração lavoura-pecuária entre o milho e forrageiras. Esta parceria foi brindada com um pertinente artigo de experts no assunto. E também ganhou atenção na seção Agricultura Familiar, em outro artigo que mostra ser interessante o cultivo consorciado. Nesta linha, outro artigo justifica em detalhes qual período ideal para o plantio do milho segunda safra no sul do Mato Grosso do Sul e assim fugir da estiagem e da geada.

Orientação também é o tom de artigo de especialistas da Universidade Federal de Santa Maria/RS sobre a manutenção de pneus de máquinas agrícolas. Pneu tratado com o apreço que merece permite que a máquina renda mais e ainda fique mais tempo na ativa.

E como meio ambiente também é outro tema permanentemente oportuno para quem atua na agricultura, veiculamos dois artigos, um esclarecedor, que aborda o que fazer quando se deparar com diferentes legislações ambientais que se sobrepõem, e outro que lista, passo a passo, a Via Sacra até se obter a outorga para irrigar a lavoura.

Mas, além disso, tem muito mais! Pode conferir!

Boa leitura, uma safrinha dourada, e até a próxima!