Depoimentos I

Um ORGULHO para o Brasil

Antônio Andrade, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Os agricultores brasileiros estão entre os principais responsáveis pelo abastecimento mundial de alimentos, especialmente soja e milho. O desenvolvimento dessas culturas no País demandou anos de pesquisa para ampliar não só a produção, mas a produtividade das lavouras. Tornar esse cenário possível está entre as realizações de uma das maiores empresas de pesquisa do mundo, a Embrapa.

A empresa desenvolve há 40 anos pesquisas que mudaram os rumos da produção nacional no campo. Entre eles, está a tropicalização da soja e de frutas típicas de clima temperado, como a maçã, além da autossuficiência na produção de cereais e oleaginosas, como o milho e a soja, possibilitando ao Brasil se tornar um grande exportador no cenário mundial.

Na década de 1970, veio a grande conquista da Embrapa para o Brasil, que foi a criação de tecnologias para corrigir a acidez do solo do cerrado brasileiro e a adaptação de plantas oriundas de outros biomas. A região, antes irrelevante para o agronegócio nacional, hoje responde por mais de 40% da produção do País.

O principal motivo para auxiliar tanto o setor agropecuário está na estrutura. O orçamento gira em torno de R$ 2 bilhões e conta com mais de 9 mil funcionários, entre os quais mais de 2 mil são pesquisadores – desses, 81% têm doutorado ou pós-doutorado.

A companhia cresceu e expande seus campos de pesquisa ao longo dos anos. Além de pesquisas para melhoramento genético de grãos e gado, hoje também são feitos estudos em vinicultura, pesca, tecnologia da informação e até mesmo nanotecnologia.

Além disso, ainda há atuação internacional. Só na África, o apoio ao desenvolvimento é feito em 22 nações africanas, além de manter programas em países latino-americanos, caribenhos e em Timor Leste.

Apesar de ter presença consolidada no meio rural, novos rumos se desenham para a empresa futuramente. Afinal, a iniciativa privada também tem se desenvolvido e oferecido vantagens aos produtores rurais. Para continuar seu papel estratégico, a empresa está intensificando o trabalho de melhoramento genético em espécies em que o Carlos Silva/Mapa setor privado dificilmente investirá e que a Embrapa terá melhores condições de competir no mercado.

Em nome de 200 milhões de brasileiros, muito obrigado a todos que fizeram e fazem da Embrapa um dos principais orgulhos do nosso país. Que os próximos 40 anos sejam de continuidade de conquistas e descobertas que auxiliem a nos transformar no principal abastecedor de alimentos do mundo.