Fenatran

 

Feira exibe os CAMINHÕES da safra 2013/14

As principais montadoras de caminhões anunciaram na 19ª edição do Salão Internacional dos Transportes (Fenatran) o que têm de melhor – e maior – para transportar o que será produzido nas lavouras brasileiras

Leandro Mariani Mittmann*
[email protected]
Texto e fotos

No País em que mais de dois terços da safra de grãos e fibras é transportada na carroceria de caminhões, eventos como a 19a Fenatran – Salão Internacional dos Transportes, realizada em São Paulo, no final de outubro, têm total relação e relevância para o agronegócio. A edição deste ano do evento bienal reuniu quase 400 expositores de 15 países, que apresentaram ou lançaram soluções para o transporte de cargas. De comerciais leves a caminhões acima de 700cv. A reportagem da revista A Granja esteve no evento e detalha a seguir o que as principais montadoras estão colocando no mercado. Novos modelos ou mesmo ajustes que tornaram os já conhecidos ainda melhores.


DAF ANUNCIA A FABRICAÇÃO DE CAMINHÕES NO BRASIL

A marca de origem holandesa DAF, que pertence à americana Paccar, líder no mercado europeu no segmento de cavalos mecânicos, esteve presente na Fenatran para divulgar o modelo XF105, que começa a ser fabricado na recém instalada fábrica de Ponta Grossa/PR. O XF105 esteve em exposição nas versões 6x4 (460cv, 74 toneladas de PBT) e 6x2 (410cv, 53 toneladas), com as cabines Confort e Space, disponíveis no mercado nacional, e também com a cabine Super Space, que chegará em 2014. Segundo Michael Kuester (foto), diretor comercial da DAF Brasil, o objetivo da empresa é alcançar 10% do mercado brasileiro ao final de 2017. A empresa já tem 20 concessionárias e planeja abrir outras 20 a cada ano até 2017. "As concessionárias não ficam atrás de nenhuma loja na Europa", garantiu. Já Marco Antonio Davila, presidente da DAF Brasil, revelou que um dos objetivos da empresa é atender o agronegócio brasileiro.


FORD LANÇA NOVOS CAMINHÕES CARGO

A Ford Caminhões promoveu na Fenatran seus novos modelos Cargo, como os extrapesados Cargo 2842 e Cargo 2042, que acabam de chegar ao mercado brasileiro. O Cargo 2842 6x2 tem capacidade de 56 toneladas, e o Cargo 2042 4x2, para 49 toneladas. O conjunto de motor, transmissão, eixo, chassi e suspensão dos dois modelos, desenvolvido para aplicações severas, permite o reboque de composições com três eixos para as mais diversas cargas. Guy Rodrigues (foto), diretor de Operações de Caminhões da Ford América do Sul, lembrou que os Cargo 2042 e 2842 marcam a entrada da Ford no segmento de extrapesados. A linha Ford também foi representada pelos novos modelos para as chamadas aplicações vocacionais: o novo Cargo 1719 para o transporte de bebidas, o novo Cargo 1723 coletor/compactador de resíduos, o novo Cargo 2629 betoneira e o novo Cargo 2429 com caixa de nove marchas.


IVECO LANÇA O CAMINHÃO HI-WAY

A Iveco divulgou na Fenatran o Hi-Way, o caminhão acima de 45 toneladas com motorização de 440cv, 480cv e 560cv que acaba de ser lançado no mercado brasileiro. O caminhão ganhou o prêmio internacional de Caminhão do Ano 2013. "A inovação está no DNA da Iveco. Desde a chegada ao Brasil, a Iveco está quebrando paradigmas no mercado de caminhões", lembrou Christian Gonzalez (foto), diretor de Marketing. Segundo ele, a cabine é a mais completa da categoria, cujos opcionais representariam um extra de R$ 20 mil se adquiridos individualmente. O consumo de combustível em relação à versão Euro 3 é 10% inferior. O caminhão foi testado ao rodar 2 milhões de quilômetros pelas rodovias brasileiras. "Tudo isso porque se sabe que caminhão não pode ficar parado", justificou. No pósvenda, a empresa tem o compromisso de entregar a peça em 48 horas, ou a peça será entregue de graça ao cliente.


MAN E VOLKS COM NOVAS POTÊNCIAS E APLICAÇÕES

A MAN Latin America e a Volkswagen apresentaram na Fenatran 14 novidades. Roberto Cortes (foto), presidente e CEO da Man, destacou lançamentos como o Delivery para 13 toneladas com três eixos e o caminhão mais vendido do Brasil, o Constellation 24.280, que chega com mais uma opção de transmissão automatizada V-Tronic, combinada ao exclusivo sistema de eixo automatizado Smart Ratio. E também anunciou o cavalo mecânico TGX 29.480 6x4, com previsão de lançamento para meados de 2014, o mais potente da linha. "Com o novo caminhão MAN, passaremos a oferecer produtos de 150cv a 480cv de potência, nosso maior leque de opções desde quando iniciamos nossas atividades", ressaltou. "A empresa é líder no mercado brasileiro desde 2003, com um terço de participação." Também esteve presente no evento o presidente mundial da MAN Trucks & Bus, Anders Nielsen. "O Brasil é um dos mercados mais interessantes para a MAN", revelou.


MERCEDES APRESENTA CAMINHÃO PARA 250 TONELADAS

A Mercedez Benz trouxe pela primeira vez à Fenatran o presidente mundial da companhia. O alemão Stefan Buchner (foto) lembrou que a empresa vendeu 30 mil caminhões no Brasil de janeiro a setembro de 2013, ante 21 mil na própria Alemanha e 13 mil na Turquia. "O Brasil tem um importante papel na estratégia na Mercedes Benz", avaliou. Acrescentou que o atual portfólio de caminhões da companhia é o "maior e mais forte" em 120 anos de história. Entre os destaques da empresa na feira, o extrapesado Actros, para 250 toneladas. Com tração 8x8, o Actros 4160 AK SLT é indicado para o transporte das chamadas cargas indivisíveis. "Esse inédito caminhão extrapesado evidencia ainda mais a imagem do Actros como o gigante em inteligência, desempenho, conforto, segurança, robustez e, agora, também em capacidade de carga", afirmou Joachim Maier, vice-presidente de Vendas e Marketing.


SCANIA STREAMLINE COMO NOVO CONCEITO EM TRANSPORTE

A Scania apresentou na Fenatran o que considera "um novo conceito de solução de transporte". É o Streamline, em que os produtos e serviços são oferecidos juntos, como um só pacote. O Scania Streamline está disponível para as cabines rodoviárias já existentes G, R e R Highline com economia de combustível, disponibilidade e rentabilidade. Os caminhões podem chegar a até 15% de redução de consumo em comparação à linha Euro 3, visto a combinação formada pelos novos ganhos aerodinâmicos proporcionados pelos defletores de ar, o eficaz trem de força, a nova caixa de câmbio Scania Opticruise e os eficientes motores Euro 5, os propulsores a diesel menos poluentes da história da Scania no Brasil. "A gente consegue evoluir porque estamos no dia a dia do nosso cliente", justificou Roberto Leoncini (foto), diretor geral da Scania Brasil.


VOLVO E O CAMINHÃO MAIS POTENTE DO MUNDO

A Volvo anunciou na Fenatran a chegada do FH16, o caminhão mais potente do mundo, com um motor de 16 litros e 750cv, indicado principalmente para o transporte de cargas indivisíveis. "O caminhão levará o transporte de carga para novos patamares", declarou Roger Alm (foto), presidente do Grupo Volvo América Latina. Ao dizer isso, uma cortina preta foi levantada e o caminhão surgiu em meio à fumaça. "Somos líderes mundiais quando se trata de produzir caminhões com segurança, qualidade e respeito ao meio ambiente." A empresa também atualizou os seus novos caminhões VM. Além dos novos modelos 4x2, 6x2 e 6x4, serão produzidos ainda os VMs nas configurações 8x2 e 8x4. E a Volvo ainda expôs na feira o primeiro caminhão movido a GNL (gás natural) e a diesel que está sendo testado no Brasil: um FM 460cv, movido com aproximadamente 70% GNL e o restante a diesel.

* O jornalista esteve no evento a convite da Anfavea