Vitrine

 

SEM EUFORIA. MAS A REALIDADE JÁ AGRADA DEMAIS

á muitos anos, há muitas safras, a nossa edição de agosto tem uma missão bem objetiva: traçar as perspectivas econômicas para as safras de verão de soja, milho, arroz e algodão. Sobretudo para o âmbito, a realidade do produtor. Em outras palavras, a nossa reportagem de capa busca elucidar se os que plantam estas – ou uma destas – culturas vão lucrar com o(s) plantio(s) que será(ão) efetuado(s) em poucas semanas. A reportagem está aí, se atente ao que dizem os especialistas de diferentes regiões. Bem sintetizado, dá para adiantar que aquele boom das cotações do ano passado em razão da estiagem que dizimou milhões e milhões de toneladas de soja e milho das lavouras americanas não vai acontecer de novo; mas o que vem aí, com exceção do milho, é de mais uma safra remuneradora. Que assim seja! E que o milho reaja, ora!

Se os cultivos de verão 2013/14 são a nossa missão, dedicamos outras páginas desta edição para colaborar para que você faça a melhor safra de sua vida. Duas abordagens são sobre plantadeiras: uma enfoca o que as empresas vão apresentar na Expointer 2013, enquanto outro texto detalha de forma didática o que fazer para que a plantadeira realize um trabalho perfeito, eficiente – e assim a sua safra comece com o pé direito. Ainda sobre os cultivos que vêm aí, tem um artigo argumentando sobre a fixação biológica do nitrogênio no milho (isso funciona?), o manejo adequado (e econômico) da água no arroz e a importância do estabelecimento de um espaço para o milho convencional ao lado do milho transgênico, o chamado refúgio.

Mas, claro, a edição tem muito mais. Como a entrevista do presidente da combativa Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Carlos Sperotto, em O Segredo de Quem Faz, além de outras reportagens, artigos e as tradicionais seções como Plantio Direto, Agricultura Familiar, Agribusiness e assim por diante.

Mais do que isso, agosto é mês de estreia: começa a circular encartado o Usadão, revista de oferta de tratores, colheitadeiras, pulverizadores, plantadeiras e demais implementos agrícolas usados. De agora para frente, jamais compre ou venda uma máquina ou implemento usado sem antes consultar o Usadão!

E boa safra de verão!