Mercado

MercadoAtenção para o ágio da arroba do bezerro

O primeiro quadrimestre de 2019 foi positivo para as exportações de carne bovina brasileira. Houve alta no volume exportado em 11,7% e aumento de 3,1% em receita frente ao mesmo período do ano passado, conforme dados da Secretaria do Comércio Exterior (Secex) divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Mercado

Nesse período, as exportações totalizaram mais de 538 mil toneladas de carne bovina, gerando uma receita de US$ 2,01 bilhões. Analisando somente o mês de abril, o resultado também foi interessante. Foram embarcadas 132.855 toneladas de carne com faturamento de mais de US$ 500 milhões, resultando em alta de 53,5% e 43,3%, respectivamente, frente ao mês de abril do ano passado.

Os principais destinos da carne bovina brasileira no primeiro quadrimestre são a Rússia, os Emirados Árabes e o Irã, que merecem destaque, já que apresentaram incremento de 1.335%, 349% e 47%, respectivamente, no volume importado.

O quadro Boi Gordo no Mundo apresenta os preços da arroba do boi gordo dos principais exportadores mundiais.

Como pode ser observada na tabela, a arroba brasileira continua vantajosa no mercado internacional, possuindo o menor preço de comercialização entre as praças. Comparando os 30 dias anteriores ao período apresentado, a arroba do Brasil e da Argentina tiveram retração de preços de 2,3% e 2,6%, respectivamente.

Evolução do preço da arroba do boi gordo por UF 16/04/2019 a 15/05/2019

Mercado

Por outro lado, a arroba australiana – que, devido a fatores climáticos, apresentou queda brusca de 9,5% anteriorm...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!