Falou

 

Quebrando recordes

O diretor da Alta Genetics revela os caminhos que levaram a central a atingir marca expressiva de vendas

“Conseguimos atingir a incrível marca de 4 milhões de doses vendidas, um verdadeiro marco para a história da inseminação artificial no Brasil”

Revista AG - Sabemos que 2014 foi um ótimo ano para Alta Genetics. Quais os números da empresa?
Heverardo Carvalho -
Sem dúvida, foi um ano muito especial. Conseguimos atingir a incrível marca de 4 milhões de doses vendidas, um verdadeiro marco para a história da inseminação artificial no Brasil. Esse resultado foi fruto de um crescimento expressivo em relação a 2013, em torno de 9,7%. Isso mostra que estamos no caminho certo, focados em levar ao criador brasileiro os melhores resultados através de uma genética de ponta, de serviços de alta tecnologia e de uma equipe altamente capacitada.

Revista AG - Qual é a parcela do market share da empresa atualmente?
Heverardo Carvalho -
Não temos ainda divulgados os dados do mercado sobre o desempenho de 2014, mas em 2013 nosso market share foi próximo a 30%, o que nos coloca em posição de liderança isolada no mercado de sêmen brasileiro.

Revista AG - Esse desempenho é fruto de quais serviços ou estratégias adotadas?
Heverardo Carvalho -
Nosso foco sempre foi e será o cliente. Nossa missão é criar valor para os produtos do cliente, construir confiança e entregar resultados. Com isso, desenvolvemos produtos e serviços que nos auxiliam a cumprir nossa missão. Temos uma equipe numerosa e com expertise para selecionar os melhores touros do mercado nas diversas raças que trabalhamos, também capacitamos nossa equipe para realizar o melhor atendimento para o cliente.

Revista AG - Além do sêmen, quais serviços a central presta ao pecuarista?
Heverardo Carvalho -
A Alta oferece mensalmente cursos preparatórios de inseminação artificial, sendo a empresa que mais investe nesse segmento. Para auxiliar o pecuarista, a Alta ainda desenvolveu diversos serviços que têm como objetivo orientar o criador. Destacam-se para gado de leite (Alta Mate; Alta Advantage; Health Plus; Concept Plus e Value Builder for ROI) e para o gado de corte (Programa de Cruzamento Industrial; Alta Beef Program; Sistema IATF; Alta 511; Pacto e Alta Embryo). Além disso, também prestamos serviço apenas de coleta de sêmen ao pecuarista para uso na sua fazenda.

Revista AG - O lema da empresa é “Criar Valor, Construir Confiança e Entregar Resultados”. Explique como esses resultados são entregues aos clientes?
Heverardo Carvalho -
Esse é o nosso atual grande desafio. Não há melhor forma de entregar resultados do que apresentar os pontos de evolução produtivos da fazenda. Temos indicadores, softwares de gestão e os profissionais capacitados para levantar informações. Contudo, precisamos que os pecuaristas façam a captação dos dados.

Revista AG - Muito desse bom desempenho está atrelado ao reaquecimento do cruzamento industrial?
Heverardo Carvalho -
O reaquecimento do cruzamento industrial contribui muito para o desempenho do mercado de sêmen, mas temos que lembrar também que ele é fruto da pressão por maior produtividade e foi viabilizado pela IATF, pois no Brasil-Central não conseguimos fazer cruzamento com raças europeias usando touros em monta natural.

Revista AG - Quais são os objetivos da Alta para os próximos cinco anos?
Heverardo Carvalho -
Não temos dúvidas que estamos no caminho certo, nosso foco é e será o cliente. Queremos trazer o que há de melhor em produtos e serviços, além de garantir um atendimento diferenciado. Para isso, investimos diariamente em capacitação de equipe, em pesquisas e no desenvolvimento de produtos inovadores.