AG na Fazenda

 

Fazenda Bom Fim celebra 70 anos

Propriedade no Rio Grande do Sul é reconhecida pela criação de pôneis, Quarto de Milha, Crioulos e Mini Bovinos

Já são 70 anos de história de dedicação aos pôneis. Uma trajetória longa coroada por grande sucesso e reconhecimento. A Fazenda Bom Fim, localizada na cidade de Guaíba, no Rio Grande do Sul é, hoje, uma referência não somente na criação da raça de cavalos menores, com mais de 1.000 animais já registrados, como também em cavalo Quarto de Milha, Crioulos e Mini Bovinos. Tudo começou de maneira inusitada. Em 1944, Vasco Antônio da Costa Gama adquiriu um lote de pôneis de um circo argentino que havia falido quando se encontrava em excursão em Porto Alegre (RS).

A partir daquele momento, começou a sua jornada de paixão por esses animais. Vasco, um dos pioneiros na criação dos pôneis no Rio Grande do Sul, passou a priorizar uma criteriosa seleção dos animais de melhor morfologia, mais dóceis e produtivos. Logo que foi fundada a associação da raça pônei no Brasil, Vasco registrou seus animais em nome do filho, Vasco Antônio da Costa Gama Filho, na época recém-nascido. O criador e entusiasta foi, ainda, presidente do núcleo de criadores de pônei no seu estado. Vasco também priorizou a participação em exposições nacionais da raça, conquistando grandes vitórias nas categorias macho e fêmea, em 1991. Além disso, participou de vários outros eventos da área em todo o país, com inúmeros campeonatos conquistados, garantindo posição de destaque no ranking nacional da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Pônei (ABCCP).

E não é somente na área de pôneis que a Fazenda Bom Fim se consagra nacionalmente. A criação da raça Quarto de Milha, que já completa 39 anos, é, também um grande diferencial da propriedade. O primeiro passo foi a importação de 2 garanhões palominos e 2 potras. O reconhecimento veio logo. Vasco foi presidente do núcleo Quarto de Milha do RS por três mandatos, realizou os mais importantes remates onde foi batido o recorde na Expointer, tanto de público quanto de valores em todas as raças.

A Fazenda Bom Fim participou de inúmeras exposições e provas nacionais e conquistou diversos prêmios. Vasco conta que, inicialmente, a criação foi voltada para produzir cavalos de serviço e corridas, cruzados e puros. Em seguida, passou para a seleção de animais de linhagem de Conformação, chegando, atualmente, na seleção das linhagens de Trabalho.

Outro destaque também são os Mini Bovinos, que começaram a ser criados em 1953, contando, hoje, com 2 touros, 50 matrizes e 40 produtos anuais. Também com mais de 50 anos de criação na Fazenda Bom Fim estão os cavalos Crioulos, que, atualmente, são de propriedade de Vasco Filho.

A manada de cria, com cerca de 50 éguas, está localizada na Fazenda Santa Regina, em Rosário do Sul (RS). Um trabalho de grande reconhecimento do criador são os leilões que a Fazenda Bom Fim organiza. Desde 2008, Vasco realiza o Leilão Virtual Origens do Pampa anualmente.

O sucesso tem sido tamanho. Para comemorar os 70 anos da criação de pôneis, acontecerão o 9º Leilão Virtual de Seleção Bom Fim, com 50 lotes de pôneis, mini bovinos e equinos Quarto de Milha, e o 11º Leilão Virtual Origens do Pampa, com a oferta exclusiva de pôneis. Em junho deste ano, Vasco foi homenageado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul com a Medalha do Mérito Farroupilha, a maior honraria concedida pelo parlamento gaúcho, pelos serviços prestados à agropecuária do estado. Após 70 anos de um trabalho dedicado, Vasco enaltece o que considera o melhor prêmio: os amigos que conquistou.

Para o criador, o maior lucro é ter feito amizades no Brasil e até mesmo no exterior. Para onde quer que ele viaje no país, encontra um amigo que a criação do Pônei proporcionou e celebra os frutos de uma trajetória de muito empenho e gratificações.