A Voz do Criador

 

Um mundo de incertezas

Em maio, a notícia caiu como uma bomba nuclear sobre o setor. Três meses depois do anúncio da proibição do uso, da manipulação e da comercialização das avermectinas de longa ação pelo Ministério da Agricultura, pouco se fez para concretizar os estudos que justificariam essa decisão, considerada arbitrária pelas entidades de classe dos pecuaristas e pelos representantes da indústria veterinária, afinal, trata-se de um mercado avaliado em R$ 500 milhões.

Questionados pela Revista AG, os próprios especialistas mostraram-se evasivos quanto ao que o futuro pode reservar. E muita expectativa circunda o mês de setembro, prazo máximo legal para que o Ministério responda a ação movida pelo Sindan, representante da indústria veterinária que tenta reverter a situação. Ainda muita água vai rolar. Enquanto isso, aproveitem a leitura do nosso especial de Sanidade, que conta essa história em detalhes e aponta alguns caminhos que o pecuarista pode seguir no controle do carrapato.

Desfrute também de um ótimo bate-papo com Fabiano Araújo, especialista em avaliação de carcaça. Ele fala sobre o impacto positivo que essa tecnologia pode proporcionar à melhoria de carcaça do rebanho bovino brasileiro e sobre como os frigoríficos poderão valorizar essa geração de produção diferenciada. Para saber as vantagens ao pecuarista, não deixe de conferir também “Genética”. É uma ferramenta necessária, tanto quanto a genética da Adaptabilidade e a melhoria de Pastagem, na qual, nesta última, o “Rally da Pecuária” mostrou quanto será gasto para recuperá-la até 2016. Com o reaquecimento do cruzamento industrial, critério no artigo “Adaptabilidade” ajuda a exorcizar fantasmas do passado e uma ferramenta on-line da Embrapa promete auxiliar o produtor nas mudanças climáticas para obter o melhor manejo na Pastagem.

Mudanças essas como a geada que atingiu o Mato Grosso do Sul e “matou de frio” mais de mil cabeças de gado. Era uma tragédia anunciada e que poderia ser evitada. Confira nas próximas páginas da revista. Mais uma vez trazendo à tona a gestão, “Escolha do Leitor” discorre sobre o gerenciamento reprodutivo, importante aliado dos índices zootécnicos da fazenda. Da mesma forma que o balanceamento dos níveis de minerais e vitaminas, que pode render mais lucro e tornar a produção de carne mais competitiva, tema de “O Confinador”. Aliás, competitividade é o assunto na nossa seção “Leite”. É preciso dar um caminho para o produtor saber responder as demandas.

Em “Legislação Ambiental”, veja dicas de como o Cadastro Ambiental Rural poderá contribuir para controle dos tributos a serem recolhidos. Já “Caprinovinocultura” traz mais informações sobre um software da Embrapa capaz de promover um tratamento individualizado das verminoses, as grandes inimigas dos pequenos ruminantes. Por fim, “Raças” apresenta as contribuições do Hereford e Braford, nossos destaques do mês.

Boa Leitura!