Notícias do Devon

ABCD celebra os bons resultados da Expointer 2013

Realizada entre 24 de agosto e 1º de setembro de 2013, a Expointer deste ano reservou grandes resultados para a Associação Brasileira de Criadores de Devon (ABCD). Entre os principais destaques, estiveram o aumento de 6% nas inscrições de animais da raça e a participação do reconhecido jurado Luiz Fernando Cirne Lima, que há mais de 50 anos esteve à frente do primeiro julgamento de Devon no País. O presidente da ABCD, Gilson Hoffmann, considera que a edição 2013 foi uma das melhores representações que a raça já teve na feira. "O Devon esteve na contramão de boa parte das outras raças britânicas de corte, que diminuíram seu número de animais na feira", afirma Hoffmann. Confira um compilado das principais ações realizadas pela ABCD durante a Expointer 2013.


Vitrine da Carne Gaúcha

A ABCD participou, no dia 27 de agosto, da Vitrine da Carne Gaúcha, ação promovida pela Farsul, em parceria com os programas de carne de qualidade do Rio Grande do Sul. No local, houve demonstração de cortes e degustação. O principal objetivo da iniciativa foi mostrar aos visitantes da feira as qualidades da raça Devon em termos de acabamento de carcaça, sabor, maciez e marmorização. Um exemplar da raça conquistou, inclusive, o prêmio de melhor carcaça da Vitrine da Carne Gaúcha entre os exemplares avaliados.


Participação histórica de Cirne Lima nos julgamentos

Os julgamentos dos machos e das fêmeas da raça Devon na Expointer deste ano ficaram marcados pela participação de Luiz Fernando Cirne Lima, ex-ministro da Agricultura, criador e entusiasta da raça britânica. Ele saiu admirado com a evolução e a qualidade dos exemplares apresentados pelos criadores nos julgamentos. "O Devon tem alcançado grandes progressos nos últimos anos. Seus criadores estão sempre procurando as mesmas características na raça, e isso é que faz progredir zootecnicamente, pela unanimidade", afirmou. "Poder contar com a participação e os ensinamentos do professor Cirne Lima nas ações da ABCD na Expointer foi um privilégio enorme para todos nós. Isso ficará marcado para sempre na história da raça", disse Hoffmann.


Devon elege seus campeões

O julgamento do dia 28 de agosto no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, ficou marcado pela qualidade dos exemplares apresentados em pista de todas as cabanhas participantes, que teve por consequência um resultado com diferentes proprietários vencedores. O box 1301, da Camboatã Agropecuária, de Esmeralda/RS, venceu o grande campeonato de fêmeas da raça. "Venho investindo em Devon há 12 anos, fazendo seleção, importação de sêmen e transferência de embriões. Também ganhamos campeãs terneira, vaquilhona menor e vaca. O resultado mostra que estamos no caminho certo", afirma Marcos Pandolfi, que comemora o seu segundo grande campeonato desde que começou a criar a raça. No campeonato dos machos, a Cabanha Santo Antônio, de Reinaldo Cherubini, foi o grande campeão com o box 1264, terceiro grande campeonato. "Esse prêmio representa a realização de um trabalho. É uma emoção grande, especialmente por ter a família participando junto", afirma Cherubini.


Prêmios Chiripá e Jovem Expositor

Depois do sucesso das últimas duas edições de realização do prêmio Jovem Expositor, com participação de jovens de oito a 18 anos, e da estreia do prêmio Chiripá, dedicado exclusivamente às mulheres com animais inscritos na disputa, realizado no ano passado, a ABCD repetiu as provas em 2013. A campeã Jovem Expositor fêmea desta categoria foi o box 1295, da expositora Virgínia Franco, 13 anos, da Cabanha Santa Maria, de São Gabriel. O campeão macho foi o box 1204, da Cabanha Santo Antônio. O expositor foi Martim Cherubini, de sete anos, neto de Reinaldo. Já o Chiripá fêmea foi para o box 1298, de Clélia Inês Albrecht, da Cabanha Santa Inês, de São Francisco de Paula. O prêmio da categoria para machos foi para box 1269, de Soely Hoffmann, proprietária da Cabanha Santa Lúcia, que comemorou o bicampeonato na competição.


Top Devon fatura R$ 108.860,00

gamentos da feira rústicos e de argola. O remate de 21 animais resultou em faturamento de R$ 108.860,00. O maior preço foi para o touro Grande Campeão da Expointer 2013, da Cabanha Santo Antônio, de Guabiju, Santo Antônio 897 Gaudério. O reprodutor foi adquirido pelo valor de R$ 12.600,00 por Gilmar da Silveira, proprietário da Cabanha JR do Prata, de André da Rocha. "Esse touro expressa com perfeição as características da raça, o que será essencial para o meu plantel. Pretendo congelar também um pouco do sêmen para utilização futura", afirmou. O exemplar rústico mais valorizado foi Saudade Belmur B13, da Cabanha Saudade, de São Gabriel, negociado por R$ 8.680,00 e que terá como destino a fazenda de Hugo Gonçalves, também de São Gabriel.


ABCD define seus grandes campeões Rústicos

A escolha dos campeões rústicos também foi conduzida por Luiz Fernando Cirne Lima. O lote Grande Campeão PO e Melhor Lote da Amostra (lotes 2, 3 e 4) foi formado pelo trio Saudade Belmur B13 (campeão de dois anos), Saudade Santa Clara e Saudade G. Rotokawa, pertencentes à Cabanha Saudade, de São Gabriel, propriedade ABCD define seus grandes campeões Rústicos de José Carlos Senna. O grande campeão individual PO foi o touro Santa Alice 668, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria, propriedade de Armando Ribas. O lote campeão Rústico PC (lotes 19, 20 e 22) foi formado pelo trio de touros Palmeira H371, Palmeira H387 e Palmeira H320, pertencente à Cabanha Palmeira, de Camaquã. O título de melhor touro individual PC ficou com o exemplar H371, do criador Cláudio Ribeiro. No mesmo dia, foi definido também o lote campeão de fêmeas PC, entregue à Cabanha Santa Maria, de São Gabriel, pelo lote 17, formado pelas fêmeas de tatuagem 2201, 2203 e 2215, que ficou com o título de grande campeã individual.