Notícias do Angus

4ª Prova de Avaliação a Campo Angus Embrapa busca touros com melhores características para produção de carne a pasto

Identificar os melhores reprodutores da raça Angus com características superiores para a produção de carne em sistema de pastejo. Esse é o objetivo da 4ª Prova de Avaliação a Campo Angus Embrapa, que teve início em agosto, na sede da Emprapa Pecuária Sul, em Bagé/RS. O projeto, que visa o melhoramento genético da raça Angus, irá avaliar 19 tourinhos (machos nascidos entre agosto e novembro de 2012) ao longo de 196 dias.

"Durante esse período os animais passarão por pesagens a cada 28 dias para o monitoramento do seu potencial de ganho de peso a pasto. Além do fator peso, os animais passarão por outras avaliações objetivas, como Área de Olho de Lombo (AOL), Espessura de Gordura Subcutânea (EGS) e gordura intramuscular, todas medidas por meio do ultrassom", explica a gerente administrativa da Associação Brasileira de Angus, Juliana Brunelli. Segundo ela, os reprodutores passarão também por outras avaliações, como análises morfológicas, quando são levadas em consideração conformação do animal, precocidade e musculatura; além do padrão racial e das características funcionais desejadas pela raça.

Ao final da prova, que ocorre em meados de abril de 2014, os resultados serão compilados e os exemplares avaliados serão ranqueados. Feito isso, a Embrapa irá recolher doses de sêmen dos cinco melhores colocados. Uma parte desse material ficará com os proprietários dos touros, o restante será destinado ao fomento da raça através de projetos de pesquisa e programas de difusão genética.

"Trata-se de uma iniciativa muito importante na medida em que promove o melhoramento da raça Angus, levando-a a padrões cada vez mais altos e a tornando, consequentemente, cada vez mais competitiva", afirma Juliana.

Os animais participantes desta edição da Prova de Avaliação a Campo Angus Embrapa foram enviados pelos seguintes criadores: Rubem Cesar Prates Kury (Cabanha Boca Negra – Cachoeira do Sul/RS), Zuleika Borges Torrealba (Cabanha da Maya – Bagé/RS), Francisco de Paula Cardoso Junior e Filhos (Fazenda da Barragem – Dom Pedrito/RS), Sulimar Nunes Farias (Agropecuária Proteção – Rio Grande/RS), Joaquim Francisco Bordagorry de Assumpção Mello (Estância Santa Eulália – Pelotas/RS), José Luiz Borges Germano da Silva (Cabanha Coronado – Bagé/RS), Donato Gonçalves (Fazenda Santa Cecília – Santiago/RS), Marco Antonio Gomes Costa (Cabanha Terra Costa – Santo Antônio da Patrulha/RS), José Paulo Dornelles Cairoli (Reconquista Agropecuária – Alegrete/RS), Angelo Bastos Tellechea (Cabanha Umbu – Uruguaiana/RS), Ricardo Acedo Gregory (Cabanha da Barragem – Alegrete/RS), Fábio Luiz Gomes e Fabiana Deferrari Gomes (Cabanha Catanduva – Cachoeira do Sul/RS), Lourival Simões Pires (PAP Lagoa Preta – Bagé/RS).