Na Pista

 

Momento de INCERTEZA

Por enquanto, as definições sobre o futuro da Feira Internacional da Cadeia Produtiva da Carne, a Feicorte, continuam incertas. Os organizadores da mostra não quiseram se pronunciar sobre o fato de a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado de São Paulo abrir licitação para uso do terreno onde a mostra é realizada há 19 anos, posto que o contrato do Agrocentro, dono da marca e responsável pela organização, vence neste ano. Entretanto, isso não tirou o brilho do evento, promovido de 17 a 21 de junho no Centro de Exposições Imigrantes.

Fica apenas a torcida para que este consolidado ponto de encontro da pecuária nacional se perpetue dentro ou fora de São Paulo. Além da presença de 4 mil animais de 20 raças bovinas e duas ovinas, a Feicorte sediou eventos como a 2ª Feimuares (Feira de Muares e Asininos), com a exposição de jumentos, burros e mulas; a Feinco Preview, com leilões de ovinos, cursos, palestras, julgamentos, Espaço Gourmet e concurso de carcaças e um shopping de cavalos lusitanos.

"Foi a edição mais completa da Feicorte, consolidando a feira como o grande encontro da cadeia produtiva da carne", avalia a gerente do Agrocentro, Carla Tuccilio. Em 50 mil metros quadrados, 250 empresas de referência nos segmentos de genética, saúde e nutrição animal, órgãos de desenvolvimento e pesquisas, máquinas e equipamentos, frigoríficos e entidades representativas apresentaram suas novidades. A feira recebeu 26 mil visitantes, dentre os quais 67% criadores de gado. Desde a montagem até a realização e a desmontagem, a Feicorte gerou cerca de 4 mil empregos.

PALCO DE DISCUSSÕES

Mais de 100 eventos, entre leilões, julgamentos de animais, cursos, palestras, fóruns, encontros, seminários, workshops, painéis, premiações e lançamentos, foram realizados durante a Feicorte. "A Feicorte é realmente o grande palco de discussões que envolvem o setor, apresentação de tecnologias que incrementem a produção e iniciativas que valorizam o que é feito de bom na pecuária", destaca Carla Tuccilio.

Durante a Feicorte 2013 foi feita a entrega do Prêmio Nelson Pineda – Ano III, promovido pela organização da feira em parceria com a Scot Consultoria e a Associação Nacional de Confinadores (Assocon), com a premiação de 40 destaques do confinamento de 2012 no Brasil e 10 destaques em sustentabilidade, além da homenagem a um produtor de gado a pasto, que marcou o lançamento da categoria Boi a Pasto.

Um dos destaques dessa edição da Feicorte foi o ciclo de palestras sobre a produção pecuária e o papel do tratador de gado, que ofereceu capacitação em manejo, sanidade e nutrição, além de confraternização para valorizar a importância desse profissional.

A Feicorte sediou reunião da Câmara Setorial de Carne Bovina, painel "Prioridades de Sanidade Animal", 1º Fórum de Comunicação no Agronegócio, palestra do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles sobre a desaceleração da economia e oportunidades para o agronegócio, seguida de debate com especialistas, além do Encontro de Líderes, que discutiu governança para programas de fidelidade, com a participação de executivos das principais empresas da cadeia produtiva (produtores, insumos, indústria e varejo) e homenagens a personalidades do ano do agronegócio: o ex-secretário da Agricultura de SP João Sampaio e os ex-ministros da Agricultura Alysson Paulinelli e Roberto Rodrigues.

LEILÕES

Foram realizados, durante a Feicorte, 12 leilões, que movimentaram cerca de R$ 8,2 milhões. O 23º Leilão Virtual Jacarezinho, realizado no dia 18/06, ofertou 200 animais Nelore CEIP, dentre os quais oito animais DEP Genômica, vendidos na sua totalidade para diversos estados do Brasil. O preço médio de venda foi de R$ 6,2 mil. A Feicorte recebeu pela primeira vez o leilão Nelore Private Collection, promovido, no dia 18/06, por Clenon Loyola Filho e José Saraiva em parceria com os criatórios Vila dos Pinheiros e AgroZ. Foram comercializados 26 lotes por R$ 1,4 milhão, a uma média geral de R$ 54.384,00.

No dia 19/06, o leilão da Prime Angus – Paixão por Excelência comercializou 24 animais, sendo 20 fêmeas e quatro machos, num total de R$ 410.520,00. O leilão "Os Melhores Ventres do Mangalarga", promovido no dia 19/06 pela Fênix Leilões, comercializou 38 barrigas ou embriões pelo valor médio de R$ 29.800,00. O 4º Leilão CEIP Total ofertou, no dia 19/06, 80 fêmeas Nelore CEIP e CEIP/ PO prenhes, com uma média de R$ 4.200,00/animal.

Também no dia 19 de junho foi realizado o 3º Leilão Virtual Canchim Excelência Nacional. No total, foram comercializados 21 animais, sendo 19 fêmeas prenhes/paridas (Canchim PO) e dois touros (Canchim PO). O total geral do leilão foi de R$ 125.280,00. No dia 20/06, o leilão Simental Premium Parade vendeu 21,5 animais fêmeas que totalizaram R$ 1.074.000,00, com uma média de R$ 49.953,49 por vaca.

O Leilão Senepol Nova Vida e 3G, transmitido pelo Canal do Boi na noite da última quinta-feira, dia 20, durante a Feicorte foi um grande sucesso. O remate teve faturamento total de R$ 1.154.000, leiloou 33 lotes de fêmeas Senepol e obteve uma média de R$ 34.981,00 por animal. A 5ª edição do Leilão Nelore S/A, promovido na noite do dia 20/06, apresentou 22 lotes, que renderam R$ 792 mil, com uma média geral de R$ 36 mil. Foram à venda 18 fêmeas, três prenhezes e um macho.

O último leilão da Feicorte foi o Genética Parceiros do Senepol, que, em sua sexta edição, com 30 lotes comercializados, teve faturamento recorde de R$ 1,6 milhão e média de R$ 55 mil por animal - 17 criadores participaram vendendo seus animais. Os leilões realizados na Feinco Preview arrecadaram R$ 331.760,00. O mais expressivo foi o Leilão Dorper Campo Verde, que vendeu 40 ovelhas prenhas e paridas e dois reprodutores das raças Dorper e White Dorper por R$ 185.760,00, com média de R$ 4.442,86.

No dia 20 de junho, foi a vez do I Leilão Genética Pró ABCDorper movimentar estas raças. A venda de 21 produtos de FIV (Fertilização In Vitro) e TE (Transferência de Embriões) rendeu R$ 100.080,00.

No encerramento da Feinco Preview, as empresas MGM e APA Assessoria fizeram o Leilão Comercial Fêmeas e Reprodutores comerciais, com a venda de 130 fêmeas e um reprodutor entre cruza Dorper, Santa Inês, Dorper e White Dorper. A média geral ficou em R$ 3.061,33 e o faturamento, em R$ 45.920,00.

Os resultados dos julgamentos podem ser conferidos no www.feicortecom.br.

Eventos paralelos ajudaram a movimentar a Feicorte 2013