Notícias do Angus

 

Associação de Angus integra pecuarista do RS em

concurso de carcaça e encontro de produtor

Foram aproximadamente 600 animais Angus e cruza Angus, divididos em 24 lotes de propriedades do Rio Grande do Sul, inscritos para o VII Concurso de Carcaça Angus, que aconteceu dia 14 de setembro em São Gabriel. O abate técnico e julgamento classificatório das carcaças aconteceu na unidade frigorífica do Grupo Marfrig do município e contou com o apoio de seis certificadores da Associação Brasileira de Angus que estiveram presentes para tipificar as carcaças e atender os produtores presentes na indústria.

Além de mostrar o potencial da raça Angus para produção de carne de qualidade, “o concurso de carcaça teve também como objetivo levar o produtor até a indústria para que ele pudesse ver in loco como a certificação é conduzida na prática. Foi uma grande oportunidade de entender o processo de certificação e trocar experiências com os demais participantes”, explica Fábio Medeiros, gerente do Programa Carne Angus Certificada.

Na categoria Angus Definido, o campeão da sétima edição do concurso foi o lote do pecuarista Juliano Leon, da Estância Pedra Só (Pedro Osório/RS), que participou pela primeira vez do evento e teve peso médio de 295,37kg, com rendimento de carcaça de 55,7%. O reservado de campeão foi do pecuarista Joaquim Francisco B. Assumpção Mello, representado pelo filho Daniel Mello, da Estância Santa Eulália (Pelotas/RS), que teve peso médio de 289,96kg. E o 3º melhor lote foi da Agropecuária Correa Osório – Cabanha Paipasso Red (Santana do Livramento/RS), com peso médio de 284,79kg.

O campeão da categoria Cruza Angus foi o pecuarista Sergio Souza Fernandes, da Estância Santa Maria, de Pedras Altas/RS, que participou com um lote de 22 machos que ficaram com 284,08 kg de média e rendimento de 56,6%. O reservado de Campeão na categoria cruza Angus foi o lote da Agropecuária Correa Osório – Cabanha Paipasso Red (Santana do Livramento/RS), com média de 282,24kg por animal. Já o 3º melhor lote foi do pecuarista Stefano Scaglioni Marini, da Agropecuária Marini (Arroio Grande – RS), que participou, também, pela primeira vez do concurso e atingiu peso médio de 256,25kg.

Complementando o concurso de carcaças, a Associação Brasileira de Angus promoveu o VIII Encontro de Produtores de Carne Angus, que reuniu 210 pecuaristas do Rio Grande do Sul no Sindicato Rural de São Gabriel e na Estância do Retiro em Cacequi e cujo principal objetivo foi que os participantes do encontro levem às suas propriedades conhecimentos de aplicação imediata que permitam a evolução de seu sistema de produção.

“Neste sentido, além das palestras e das visitações a campo, a troca de experiências entre os participantes colabora para a construção do conhecimento, sendo esta a característica fundamental deste encontro”, reforça Reynaldo Salvador, diretor do Programa Carne Angus Certificada.

No primeiro momento, que aconteceu na noite do dia 14, os produtores que estiveram presentes no abate técnico foram convidados a ir até o Sindicato Rural de São Gabriel, onde conheceram o case pecuário da Pulqueria Agropecuária, em que o pecuarista Fernando Costabeber falou sobre o sistema intensivo de produção de carne de qualidade baseado em pastagens de clima temperado que utiliza na propriedade. Além de palestras sobre os programas Carne Angus Certificada e Fomento Angus Marfrig, apresentados por Medeiros e Diego Brasil, gerente de fomento da Marfrig.

Já no sábado, 15 de setembro, os 210 pecuaristas presentes acompanharam uma palestra com o Dr. Carlos Nabinger, professor da Universidade Federal do RS, especialista da área de forragicultura, que discutiu os resultados de anos de pesquisa e modernos conhecimentos sobre a intensificação de sistemas de produção com níveis crescentes de tecnologia. Além da apresentação da Estância do Retiro, feita pelo diretor técnico da Scalzilli Agropecuária e diretor de Marketing da Associação de Angus, Felipe Moura.

“Nem a chuva atrapalhou nosso encontro, eventos que se referem à raça Angus atrai muita atenção do produtor. O grande incentivo é a busca por informações sobre o Programa Carne Angus Certificada e as vantagens que podemos tirar quando aderimos o programa em nossa propriedade”, disse Felipe, acrescentando que abrir as porteiras da fazenda dá credibilidade ao sistema de produção, pois aproxima a teoria à visão prática, passando a imagem da qualidade do produto que fazemos.

E, finalizando o encontro, Reynaldo Salvador, diretor do Programa Carne Angus, explica que o pecuarista de Angus, inserido no programa, tem de entender que não produzem apenas boi gordo e sim carne de qualidade. “Antes o consumidor buscava carne de qualidade produzida fora do Brasil, hoje nós, com o Programa carne Angus, produzimos esta carne de qualidade, e o mérito dessa conquista é de todos inseridos na cadeia da carne”, comemora Salvador, deixando claro que o produtor de Angus tem de estar atento às exigências da indústria e, sempre que possível, participar dos eventos de fomento à raça propostos pela entidade.

Associação de Angus elege campeões de argola e rústicos da 35ª Expointer

Desfilaram para o jurado americano Jack Ward, durante a 35ª Expointer, que aconteceu de 25 de agosto a 2 de setembro em Esteio/RS, 405 exemplares da raça Angus, sendo 219 animais de argola e 62 trios rústicos, de 50 expositores estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais, que foram julgados na Pista Central do Parque de Exposições Assis Brasil.

Argola – Pelas mãos do governador do estado do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e de outras importantes autoridades, com a presença de mais de 300 expectadores, a Cabanha Rincon del Sarandy, Uruguaiana/ RS, levou o título de Grande Campeão Macho da Expointer com o touro sênior Rincon Al Capone del Sarandy.

O título de Reservado Grande Campeão ficou com o touro dois anos ASD Zorzal Milenium, de Antonino Souza Dorneles, da Estância Olhos d’Água (Alegrete/ RS). E o 3º Melhor Macho PO foi o touro sênior de Sérgio Bastos Tellechea, da Cabanha do Posto (Uruguaiana/RS), Carumbe Red Brigadier.

A Grande Campeã 2012 da Expointer é a vaquilhona maior, que entrou em pista com cria ao pé, Rincon Muchas Gracias TE Del Sarandy, da parceria Casa Branca (Fama/MG), de Paulo de Castro Marques, e Cabanha Rincon Del Sarandy (Uruguaiana/ RS).

A Reservada de Grande Campeã foi LC Tifani Candombe, vaca jovem de Luiz Anselmo Cassol, da Cabanha da Corticeira (São Borja/RS). E a 3ª Melhor Fêmea foi a vaca jovem Catanduva TE Unique Gramatico, de Fábio e Fabiana Gomes e Zuleika e Gonçalo Torrealba, da Cabanha Catanduva (Cachoeira do Sul/RS) e da Cabanha da Maya (Bagé/RS).

Rústicos – Na categoria Machos PO (Puro de Origem) o grande campeonato de rústicos ficou com da Cia Azul Agropecuária (Alegrete/RS), de Susana Macedo Salvador, com o trio de touros dois anos (tat: 8310, TE1346 E TE1292). O trio reservado de Grande Campeão da Cabanha Rincon Del Sarandy (Uruguaiana), tat: TE1686, TE1685 e TE1663. E o 3º Melhor trio foi de tat: TE5693, TE5692 e TE 5690, de Helena Rodrigues Rotta, da Cabanha Santa Amélia (Santa Vitória do Palmar/RS).

O trio grande campeão de fêmeas PO foi da Cabanha Rincon Del Sarandy, de tat: TE1706, TE1680 e TE1665. O prêmio de reservado Grande Campeão ficou com o trio de Frederico Fittipaldi Pons, da Cabanha Santa Ângela (Uruguaiana), de tat: TE140, TE144 e TE136. E o 3º melhor lote de fêmeas rústicas PO ficou com a Cabanha Santa Barbara (São Jerônimo), com tat: 3250, TE3264 e TE3262.

Já na categoria PC (Puro por Cruza) o trio grande campeão ficou com Eduardo Macedo Linhares, da GAP Genética (Uruguaiana), com tat: C201, C213 e C217. O trio reservado de Grande Campeão, de tat: 653, 623 e 617, foi de Alberto de Abreu Medeiros, da Agropecuária Maipú (Ibirubá/ RS). E o 3º melhor trio com tat: U31, U16 e U08 da Agropecuária Corrêa Osório, Cabanha Paipasso (Santana do Livramento/RS).

O trio de Grande Campeão fêmeas PC foi de Paulina Macedo Linhares, da Tradição Azul (Quaraí/RS) e tat: O039 O035 e O019. O trio reservado Grande Campeão foi de Carlos Inácio Talavera Campos, da Fazenda Albardão (Santa Vitória do Palmar/ RS), e tat: 3012. 3011 e 3006. E o 3º melhor trio de fêmeas PC, tat: 5749, 5746 e 5736, ficou com Helena Rodrigues Rotta, da Cabanha Santa Amélia (Santa Vitória do Palmar/RS).

Os melhores exemplares individuais Macho e Fêmea PO ficou com a Cabanha Rincon Del Sarandy, com os animais de tat: TE1685 e TE1665, respectivamente. O melhor Macho PC foi de tat 617, da Agropecuária Maipú. E a melhor Fêmea PC foi O035, da Cabanha Tradição Azul.