The Best

12 anos de Sucesso

Pelo segundo ano consecutivo em São Paulo (foram 10 no Paraná), o prêmio prestigia a competência dos criadores

Adilson Rodrigues e Bruno Santos; Fotos: Fabio Fatori [email protected]; [email protected]

As típicas noites frias de outono marcaram, além das inúmeras atrações, a 18ª Feicorte, realizada de 11 a 15 de junho, no Centro de Exposições Imigrantes, na capital paulista. Entretanto, no dia 13, às 20h, o ar gélido cedeu espaço a uma temperatura mais amena, indicando que a noite prometia. E assim foi. A 12ª edição do The Best, reconhecimento da AG – A Revista do Criador aos criadores campeões de seus respectivos rankings de raça, foi um dos principais eventos paralelos da mostra, os quais ocorreram às dezenas, em uma programação bastante proveitosa e acirrada.

Os pecuaristas compareceram ao The Best em peso. Lotaram o recinto mais de 200 pessoas, superando as edições anteriores, demonstrando o prestígio que o prêmio goza perante os criadores. Teve gente que veio de muito longe, como Ademar Kimura e William de Souza, criadores de búfalos no Amazonas e no Pará, respectivamente. Outro momento muito especial foi quando Rodrigo Assis subiu ao palco para receber o The Best pela raça Red Poll. Rodrigo é um garoto de apenas sete anos, sendo o mais jovem presente no recinto. É filho de Eduardo Assis, selecionador desta raça e também de Simental no Rio Grande do Sul.

“Foi muito bom ver tanta gente reunida no The Best. Esteve presente aqui a nata dos criadores de gado do Brasil, os quais não medem esforços para melhorar a eficiência da pecuária brasileira. É uma honra poder, ao mesmo tempo, produzir uma revista como a AG para um público tão seleto e realizar um evento deste porte. Só tenho a agradecer”, declara Eduardo Hoffmann, diretor-executivo da Revista AG. A mesma impressão foi sentida pelo zootecnista Alexandre Zadra, respeitado profissional do setor e também colunista da publicação, que participou do evento pela primeira vez. Junto a Eduardo, ele também dividiu a mesa de cerimônia com Rubens de Vilhena Resstel, vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), e Sebastião da Costa Guedes, membro do Grupo Interamericano de Combate à Febre Aftosa (Giefa) e diretor do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC).

“O The Best brinda, antes de mais nada, o sucesso que a AG vive com o seu pioneirismo. A AG agora tem uma conotação nacional, não só do Sul, como também do Centro e do Norte do país, e isso trouxe um prisma e uma visibilidade diferentes. Agradeço a confiança de poder transferir aos leitores um pouco das minhas andanças e conhecimento”, depõe Alexandre Zadra, colunista da Caindo na Braquiária há cinco anos, que afirma receber um feed-back positivo do mercado quanto à qualidade da coluna.

Rubens Resstel complementa dizendo que a iniciativa é “simplesmente espetacular”. “São milhões de pequenos, médios e grandes produtores que, juntos, estão construindo um imenso patrimônio tecnológico para a nação. E a iniciativa da revista é brilhante, pois ela coloca em destaque justamente essas pessoas, que se reuniram aqui para receber um grande reconhecimento ao trabalho que estão desenvolvendo. É um negócio extraordinário”, define o vice-presidente da SRB. Sebastião Guedes compartilha da opinião de Resstel: “A AG provou que premia tanto as grandes empresas rurais como também os pequenos produtores. Isso é muito importante, pois é uma democracia socioeconômica e reúne uma elite de criadores a quem o país deve muito pelo progresso que tem conseguido na pecuária”, ressalta. De acordo com ele, o produtor rural no Brasil muitas vezes não é valorizado, e a Revista AG tem essa preocupação.

Ao todo, foram prestigiados criadores de 53 raças de bovinos, equinos, bubalinos, caprinos e ovinos. “Esse prêmio é um reconhecimento do trabalho de um ano inteiro. É um prazer enorme. O prêmio que a Revista AG realiza é muito importante para nós, pois é um estímulo. Toda vez que venho aqui, a sensação é como se sempre fosse a primeira”, declara Cláudia Indarte de Lima e Silva, The Best Raça Angus. Assim como Cláudia, Maria Genoveva Armelin, The Best Raça Bonsmara, destaca a importância do prêmio, principalmente em virtude de uma grande perda sofrida pela família. “Esse prêmio é muitíssimo importante, pois estou aqui representando a memória do meu pai, Luiz Armelin Júnior, um grande criador de diversas raças e investidor no Bonsmara, falecido no ano passado”, desabafa. Destaca como grandes virtudes do pai, Luiz, a perseverança, a habilidade e a humildade. As propriedades da família ficam em São Paulo e no Mato Grosso do Sul.

Guedes, Resstel, Hoffmann e Zadra compõe a mesa

Na sequência, Pedro Monteiro Lopes recebeu o The Best Raça Braford pelo décimo ano consecutivo, o qual deve ser o último, pois vai liquidar o rebanho de pista e deixar de participar do ranking nacional da raça, a não ser que seja indicado pela associação nos próximos. “Ao mesmo tempo que o prêmio me envaidece, faz com que eu seja cada vez mais humilde, respeitando as pessoas que julgam e avaliam o trabalho da Pitangueira. Estamos saindo do ranking e não iremos mais competir. Quero dedicar esses 10 anos de sucesso a todos os meus funcionários, do fundo do coração”, reconhece o titular da propriedade.

Casa cheia comprova mais uma edição de Sucesso da premiação promovida pela Revista AG

No The Best Raça Brahman, o homenageado foi João Leopoldino Neto, bicampeão do ranking nacional da raça como Melhor Criador e Melhor Expositor. “Um evento que premia aqueles que foram os melhores durante o ano em todas as raças é muito importante para o setor e só incentiva os criadores a participarem das exposições com seus melhores animais. Na Brahman Canaã, conquistamos aquilo que nos prepusemos a ganhar”, avalia João Leopoldino.

Para Sady Marcondes Loureiro, The Best Raça Caracu – Padrão, o troféu é muito importante, por se tratar da Revista AG e da A Granja, que já vem acompanhando a pecuária brasileira por mais de 50 anos. Ele relembra uma das edições da Revista A Granja do ano de 1951 que trouxe na capa um touro Caracu que pertencia ao pai, e, desde então, sempre acompanha as duas. “Em relação ao nosso trabalho, os diferenciais são o amor e a dedicação. São 96 anos de seleção na minha família. Em 2016, vamos comemorar 100 anos e isso nos motiva bastante”, comemora.

Da mesma forma, Nelson Pagliosa, o Kiko, como é conhecido na criação, julga-se satisfeito com o desempenho do plantel, que garantiu sua sétima estatueta. “Esse é um reconhecimento de um trabalho diário, de uma somatória de fatores. Deixo aqui minha homenagem a todos os nossos colaboradores que fizeram isso acontecer. Trabalhamos com genética e buscamos melhorar dia a dia a qualidade do rebanho para produzir um animal cada vez mais positivo dentro daquilo que a gente almeja”, agradece Kiko, The Best Raça Caracu - Mocho.

Cláudia Indarte de Lima e Silva recebe o prêmio da raça Angus das mãos de Eduardo Hoffmann, da Revista AG

Rubens de Vilhena Resstel, da Sociedade Rural Brasileira, entrega o troféu da raça Bonsmara a Maria Genoveva Armelin

Pedro Monteiro Lopes, melhor criador de Braford, recebe de Alexandre Zadra o The Best pela décima vez

João Leopoldino, bicampeão pela raça Brahman, ganha o troféu de Alexandre Zadra

Do adaptado para os taurinos, Nelson João Klas veio a São Paulo para receber o The Best Raça Charolês e acompanhar a exposição do gado que esteve três anos fora da Feicorte. Klas é selecionador de gado puro há mais de 20 anos e sentiu-se honrado com a premiação. “Considero o The Best muito importante porque estabelece um elo entre os leitores da Revista AG e os cruzadores, que são nosso mercado. Também sou daquelas pessoas que procuram preservar o original da raça e gostaria que os criadores fossem consultados em reuniões para manifestarem posição sobre possíveis mudanças nos critérios de julgamento pela associação”, desabafa.

Eduardo Hoffmann passa o troféu para as mãos de Sady Loureiro Filho, primeiro do ranking pela raça Caracu Padrão

Sebastião da Costa Guedes, do CNPC e membro do Giefa, agracia o vencedor da raça Caracu Mocho, Nilson Pagliosa

Nelson João Klas, melhor criador de Charolês, é contemplado com o troféu por Rubens de Vilhena Resstel

Adelar Santarém, presidente da Associação do Devon e The Best da Raça, concorda com Klas quanto à relevância do prêmio, porque, além do prestígio que a revista transfere, há a oportunidade de mostrar o que se produz, assim como faz todo mês em Notícias da Raça. “Essa é uma forma que temos para nos comunicarmos com o consumidor, pois não existe produto se não existir mercado. Estamos há oito anos na raça e montamos um banco genético muito importante. Selecionamos o que tínhamos de melhor entre touros e matrizes e estamos aplicando no plantel o que existe de mais moderno em tecnologia, como transferência de embriões e inseminação artificial”, resume Santarém.

Alexandre Zadra entrega o The Best a Adelar Santarém, pela raça Devon

Melhor Criador pela raça Gir Leiteiro, Álvaro Furtado de Andrade recebe prêmio de Sebastião da Costa Guedes

Fernando Lopa, destaque pela raça Hereford, recebe o The Best de Rubens de Vilhena Resstel

Eduardo Hoffmann entrega o troféu para o Melhor Criador de Indubrasil, Waldir Junqueira de Andrade

“Esse prêmio representa uma certificação da qualidade do nosso trabalho, desenvolvido ao longo dos anos. E nos últimos tempos estamos vivendo o ápice da raça e do diferencial produzido pela fazenda Calciolândia ao longo dos 50 anos de seleção, iniciada por meu pai, Gabriel Andrade”, emenda Álvaro Furtado de Andrade, The Best Raça Gir - Leiteiro. Também com quase meio século de seleção de Indubrasil, Waldir Junqueira de Andrade foi homenageado e conta como iniciaram o investimento. “Temos 45 anos de criação de gado, mas nunca fomos adeptos da raça. Após selecioná-la para o melhoramento genético do nosso Girolando, aproveitando os bezerros machos para corte, acabamos gostando do gado e começamos a participar de exposições. Fomos o melhor criador ano passado e estamos aí”, relata o criador.

Primeira colocada no ranking do Jersey, Karen Hackner recebeu de Alexandre Zadra o The Best

Luiz Meneghel, melhor criador de Limousin, é agraciado com a premiação por Rubens de Vilhena Resstel

Destaque pela raça Marchigiana, Adauto Martinez Filho acolhe o prêmio entregue por Eduardo Hoffmann

Um pouco atrás, com 40 anos de Limousin, o The Best da raça foi para o criador Serafim Meneghel, representado por Luiz Meneghel, que declarou que a premiação, assim como nas demais raças, é fruto de um trabalho sem descanso. “O Limousin possui características carniceiras extraordinárias e, além disso, tem uma habilidade materna maravilhosa, em função da seleção de longos anos não só no Brasil, mas também nos Estados Unidos, na Europa e na Inglaterra. Hoje, os ingleses têm o Limousin como a raça número 1 para corte. É uma máquina de produzir carne”, exalta Luiz.

Representando a CFM Agro-Pecuária, Altair Albuquerque ganhou o troféu de Sebastião da Costa Guedes, pelo Montana

Alexandre Zadra concede a Firmino da Costa Carvalho, Melhor criador de Nelore, o The Best

O criador Fernando da Rocha Kaiser, da raça Pardo-Suíço, recebe prêmio das mãos de Rubens de Vilhena Resstel

Com apenas sete anos de idade, Rodrigo Zoratto Borges de Assis é o criador mais novo a receber o Prêmio The Best. Eduardo Hoffmann fez a entrega do Red Poll

Como sempre acontece, quando a associação não possui ranking, o prêmio é concedido ao criador indicado pela associação. Neste ano, a Associação Brasileira dos Criadores de Marchigiana escolheu Adauto Martinez Filho, que, pela primeira vez, participou do The Best. “A indicação foi uma bela surpresa e uma honra muito grande. Buscamos sempre usar o melhor da genética. Essa iniciativa da Revista AG é muito importante, pois todas as raças têm os pontos fortes e fracos e, quando ela premia os melhores, está gratificando os mais destacados na pecuária do Brasil”, enfatizou Adauto.

Rubens de Vilhena Resstel passa para as mãos de Wladimir Álvares de Mello o The Best Raça Santa Gertrudis

Representando a raça Simbrasil, Eduardo Borges de Assis acolhe troféu entregue por Sebastião da Costa Guedes

Paula Batista, criadora da raça Simental, é contemplada com o The Best por Alexandre Zadra

“Além de receber um prêmio tão importante, o qual também conquistamos ano passado e nos deu grande repercussão, esse encontro é importante porque temos o contato com as outras raças, coisa que ao longo do ano a gente quase não tem. Essa iniciativa deve continuar, independentemente de quem do Nelore vá ganhar no próximo ano”, frisou Firmino da Costa Carvalho, The Best Raça Nelore. Segundo ele, o prêmio repercute e estimula ainda mais a participação dos produtores nos rankings. “A realização do prêmio na Feicorte é muito importante, pois essa feira é glamourosa. Em São Paulo, tudo é mais organizado e acontece com mais facilidade”, conclui.

O homenageado seguinte foi uma grata surpresa, pois só quando Rodrigo Zoratto Borges de Assis foi chamado para receber o The Best – Raça Red Poll, todos perceberam que se tratava de uma criança de sete anos. Rodrigo é filho de Eduardo Assis, consagrado criador de Simental e, também, de Red Poll. “Para nós, teve um sabor ainda mais especial, porque quem ganhou foi o meu filho Rodrigo Zoratto, que já é criador de Red Poll. Assim como o irmão, ele gosta muito da lida no campo. É ele que escolhe e puxa os animais nas exposições”, confidenciou Eduardo Assis.

Os criadores de Sindi Cláudia Leonel e Felipe Curi comemoram o troféu entregue por Rubens de Vilhena Resstel

George de Toledo Gottheiner, representando a raça Wagyu, exibe prêmio recebido das mãos de Eduardo Hoffmann

Alexandre Zadra concede o The Best a Wilma Penteado Ferreira, criadora de Búfalos Brasileiro

Vencedor pela raça Jafarabadi, Aldemar Kimura recebe de Sebastião da Costa Guedes sua premiação

Wladimir Álvares de Mello, The Best Raça Santa Gertrudis, ressalta que o prêmio é especial por se tratar de um reconhecimento público de uma obra que é feita com amor. Nosso diferencial é a alta seleção, objetivamos sempre produzir animais superiores e, a cada geração, melhorar a genética da nossa fazenda”, assinala Mello.

Rolf Erichsen, criador de Mediterrâneo, é agraciado com o prêmio por Eduardo Hoffmann

Representante da raça Murrah, William de Souza ganhou o The Best das mãos de Sebastião da Costa Guedes

João Batista Donizeti, da raça Árabe, ganha de Alexandre Zadra o troféu

Para Cláudia Leonel, The Best Raça Sindi, esta homenagem coroa a escolha pelo Sindi e mostra que o criatório está no caminho certo. “A raça Sindi nos chamou muito a atenção pela rusticidade e pela habilidade materna. Nós entramos na raça para lutar por ela, aumentar rebanho e o número de criadores. Nós trabalhamos com receptoras, gado de corte e animais PO em duas propriedades, uma em São Paulo e outra em Goiás”, explica.

Ganhador pela raça Campolina, Charles Marx é contemplado por Rubens de Vilhena Resstel

Eduardo Hoffmann entrega o The Best a Fábio Muricy Camargo, vencedor pela raça Crioulo

Josiane Cardoso Matta Vidotti, destaque pela raça Mangalarga, exibe o troféu recebido de Sebastião da Costa Guedes

O japonês Wagyu encerrou as homenagens às raças bovinas e foi in memorian para o entusiasta John George de Carle Gottheiner, representado pelo filho George de Toledo Gottheiner. “Essa criação era o sonho do meu pai. Ele começou isso de maneira visionária, sem saber ao certo onde iria dar, e aqui estamos. Trabalhamos com produção extensiva e com confinamento em Aquidauana/MS e em Boituva/SP e nosso confinamento abrange uma grande quantidade de qualidade”, finaliza

BUBALINOS

Apesar de não se conhecerem por criar búfalos de raças diferentes, os quatro criadores presentes se reuniram para uma prazerosa troca de experiências. O The Best Búfalo Brasileiro foi para Wilma Penteado Ferreira, que marca presença pela quinta vez. “Eu acho um grande incentivo, pois a gente busca fazer um trabalho sério, sempre orientado pela USP e buscando a melhor genética. E vindo de uma revista do porte da AG nos sentimos recompensados. É uma oportunidade para nos tornamos conhecidos”, avalia a tradicional selecionadora.

Alexandre Zadra agracia com o The Best o criador Edilson de Paula Lopes, da raça Mangalarga Marchador

Nuno Eusébio, criador de Puro Sangue Lusitano, ganha prêmio de Eduardo Hoffmann

Rubens de Vilhena Resstel concede o The Best ao Melhor Criador de Paint Horse, Frederico Augusto Nardi

Luís Roberto, destaque pelo Dorper, exibe o troféu que acabara de receber de Sebastião da Costa Guedes

“Essa é a segunda vez que sou premiado na raça Jafarabadi. Antigamente, existia uma dificuldade maior no acesso, quando essa premiação era realizada em Londrina/ PR. Já a Feicorte, aqui em São Paulo, está se tornando o centro da pecuária de corte e essa mudança foi muito positiva para a gente e para todos acompanharem a evolução dos bubalinos”, emenda Ademar Kimura, The Best Búfalo Jafarabadi, que agradece à associação pela indicação e à revista pelo título. Kimura cria búfalos há 25 anos no Amazonas.

Destaque do ranking pelo White Dorper, Daniel Cipolletta ganhou troféu de Alexandre Zadra

“Todo prêmio é um reconhecimento por algo que você vem fazendo. O The Best é fabuloso, pois ele escolhe o melhor de todas as raças, aqueles que desenvolveram o melhor trabalho. O segredo para estar aqui recebendo o troféu, antes de mais nada, é a paixão. Quando você gosta do que faz e o faz bem feito certamente será reconhecido”, afirma Rolf Erichsen, The Best Búfalos Mediterrâneo.

Conforme William de Souza, The Best Búfalos Murrah pela terceira vez, a AGA Revista do Criador está de parabéns por divulgar os búfalos no Brasil e homenagear os criadores em destaque. “Hoje, a Venezuela é um mercado promissor para o Pará, onde se concentra o maior rebanho de búfalos do Brasil, com 600 mil cabeças. Além disso, a espécie também vem atraindo muitos produtores de leite”, expôs William, que seleciona Murrah há 25 anos na Agropecuária Santa Rita e espera voltar ao The Best no ano que vem.

EQUINOS

Os cavalos também foram lembrados no The Best, assim como ocorreu no ano passado. O The Best Campolina foi entregue pela quarta vez a Charles Marx, proprietário do Haras Chiribiribinha, que em 2012 completou 25 anos de existência. “Buscamos um cavalo bonito, moderno, marchador e cômodo. Consegui um cavalo como o Neruda, que é o grande garanhão do nosso haras, que vem revolucionando e proporcionando inúmeras conquistas e contribuindo para a evolução do Campolina no Brasil”, enfatiza.

Eduardo Hoffmann passa o prêmio para as mãos de Flor Amaral, vencedor pela raça Ideal

“Esse prêmio é o reconhecimento de um trabalho de uma vida inteira. Essa divulgação é fundamental, não só pra gente, mas para todos que criam, equinos, bovinos, bubalinos, caprinos e ovinos de todo o Brasil. É um incentivo pra gente continuar criando cada vez melhor. Eu busco sempre uma genética que a gente acredite e nunca partimos para modismos. Esse é o nosso segredo”, confidencia Josiane Cardoso Matta Vidotti, The Best Mangalarga.

Nuno Eusébio, com seu segundo The Best Puro Sangue Lusitano, compartilha o ponto de vista da criadora. Para ele, ser o Melhor Criador e Expositor é uma referência para o trabalho feito ao longo do ano. Precisa ter regularidade e uma participação ativa tanto na questão morfológica como nas competições esportivas. “Precisamos melhorar constantemente e para tanto trazemos sêmen dos melhores garanhões da Europa”, analisa, completando que o The Best promove interação muito interessante entre os criadores de diversas raças e espécies.

CAPRINOS E OVINOS

As ovelhas sul-africanas Dorper e White Dorper também tiveram seus representantes, o The Best Raça Dorper foi entregue a Luís Roberto, que assumiu a seleção da Dorper Campo Verde, de Mário A. Castro falecido no ano passado. “Esse prêmio reconhece o trabalho de todos na fazenda, além de nossos colaboradores. Comprova que estamos no caminho certo e contribuindo para que a ovinocultura fique cada vez mais importante no Brasil”, aposta o criador. Segundo ele, o consumo de carne de cordeiro ainda é muito baixo no Brasil e com a criação de Dorper pode ajudar a suprir esta grande demanda. Há cinco anos a propriedade foi à África do Sul buscar os melhores embriões disponíveis.

Vencedor pelo Saanen, Vicente Ribeiro é agraciado por Rubens de Vilhena Resstel

Já no White Dorper o The Best foi agraciado a Jamer e Jaqueline Marques, da Cabanha Interlagos. “Prova que o nosso trabalho tem dado resultado. E foi importante a realização desse evento aqui na Feicorte, pois é uma feira que abrange todo o Brasil. Tem criadores do país inteiro e proporciona um impacto muito grande”, destaca o zootecnista da propriedade, Daniel Cipolletta.

Nos caprinos, Vicente Ribeiro recebeu o The Best Raça Saanen, a grande aposta dele para a pecuária brasileira. “É um reconhecimento de apostas, de um trabalho, de uma seleção genética, de um conjunto de informações que você realmente acredita, leva à prática e obtém a confirmação, como ocorreu no dia de hoje. Há 10 anos buscamos um animal que tenha conformação, seja produtivo e longevo”, esclarece Vicente.

O The Best foi encerrado com a premiação da raça Ideal para Flor Amaral. “Traz-me grande satisfação por sermos destaque cabanha do ano, um reconhecimento ao melhoramento que desenvolvemos ao longo dos tempos. Eu tenho uma cabanha de quase 60 anos, fundada em 1955. Temos muitos prêmios em Porto Alegre/RS e no Uruguai, pois ficamos no Chuí, próximo ao país vizinho. Somos a única propriedade de ovinos do Brasil a ter prêmios internacionais. Eu já estou com 90 anos e vou tocar até quando eu puder. Hoje, tenho filhos e netos que me ajudam”, argumenta.