A Voz do Criador

 

Pecuária moderna; novos conceitos

Especialmente na última década, a pecuária brasileira vem passando por uma verdadeira transformação. Agora, vivemos uma fase de transição dos abates tardios para os abates mais precoces, com a demanda por um modelo um pouco mais intensivo de produção. Claro, vale lembrar, também impulsionado pelas exigências atuais de sustentabilidade. Esta é uma reformulação que o próprio mercado se impôs, tanto para o consumo interno de carne bovina quanto para o externo. O interessante é notar que este é um processo que vem influenciando, inclusive, as grandes pistas de exposições do Nelore, raça que carrega a árdua tarefa de levar o Brasil a permanecer como o maior fornecedor mundial de proteína vermelha.

Antes idealizadas para exibir o desempenho máximo da raça em ganho de peso e produtividade, as pistas de julgamento ganharam nova conotação ao expor a genética que pode ser compartilhada com as centenas de propriedades rurais brasileiras. Dessa forma, cobram-se, hoje, critérios para que o observado na pista seja perfeitamente possível de se aplicar no pasto. Um reflexo claro é sobre o comportamento das centrais de inseminação - porta-vozes do pecuarista brasileiro - que não consideram mais o título do grande campeonato como fator decisivo para contratação de um touro.

Antes era muito comum as centrais fazerem filas após os anúncios do Grande Campeonato da ExpoZebu. Hoje, nem tanto. O título é um diferencial, mas deve estar acompanhado de muitos outros, especialmente avaliação genética. Se gostou desta breve leitura, não deixe de apreciar a nossa matéria de capa. Completam a edição um artigo bem interessante sobre vacinação racional, antecipando os cuidados para uma boa imunização de aftosa em maio, além da nossa homenagem às mulheres da pecuária, com a matéria sobre o Núcleo Feminino do Agronegócio. Há também entrevista com Jorge Matsuda, presidente empossado da ASBRAM, Escolha do Leitor sobre os meios e as vantagens de abater os novilhos de corte precocemente, além dos projetos idealizados na Bahia para conter o abate clandestino.

Isso e muito mais em mais esta riquíssima edição de AG – A Revista do Criador.

Boa leitura!