Leite II

DESENVOLVIMENTO leiteiro de Minas

Congresso discute a importância da aplicação da informática na produção de leite

Bruno Santos [email protected]

Propondo-se a resgatar a bacia leiteira do sul de Minas Gerais e incentivar o produtor a profissionalizar a produção, a 3ª edição do Congresso Leite e Queijo Minas, realizada em Poços de Caldas/MG, de 22 a 24 de setembro, reuniu cerca de 250 pessoas.

Com o tema “a informática aplicada à bovinocultura leiteira”, o evento contou com uma variedade de assuntos específicos da área e agradou o público participante.

Um dos destaques da programação, a palestra de Rodrigo Puccini Venturin, do Programa Minas Leite do Governo de Estado, focou o programa de gestão da Bovinocultura leiteira em Minas Gerais. Quem também impressionou foi Daniel Arantes Pereira, representante da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), que abordou o tema gestão para melhoria da qualidade do leite.

Os técnicos e especialistas debateram ainda junto ao público, estudantes e profissionais da área, assuntos importantes como Manejo Racional de Bezerras Leiteiras, Difusão de Genética Superior em Rebanhos de Agricultura Familiar, Automação das Atividades da Bovinocultura Leiteira, Informatização na Execução e Remessa dos Resultados para CCS e CBT.

“Este congresso tem um grande potencial de desenvolvimento, não só por atender o pessoal da área carente deste tipo de encontro, como também pelo rico conteúdo técnico”, enfatiza Gisele Ferreira, organizadora do evento.

Ao término do Congresso, já foi feito o lançamento da 4ª edição do evento, que será realizado de 30 de agosto a 1º de setembro de 2012. Para mais informações, acesse o site www.leiteequeijominas.com.br

Outras Edições

Criado em 2009 pela parceria da GSC Eventos Especiais com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Campus Muzambinho –, o Congresso Leite Queijo Minas, consolida-se a cada edição.

Ano passado o evento reuniu mais de 200 pessoas, boa parte representada pelos produtores rurais que a cada ano mostraram maior interesse nos temas abordados, a fim de melhorar e aumentar a produtividade do rebanho. O objetivo do evento é colaborar para a profissionalização da bacia leiteira do sul do Estado.

A presença dos estudantes também só tem aumentado e esse é exatamente um dos principais objetivos dos organizadores: atrair o maior número de universitários, pois eles serão os profissionais do futuro e o principal canal para continuar o trabalho de desenvolvimento tecnológico das propriedades mineiras.