Notícias do Devon

 

Cabanha Palmeira é case para alunos da UFRGS

Estudantes conheceram o sistema produtivo da Fazenda em Camaquã/RS

Os cerca de 30 estudantes de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), liderados pelo Prof. Dr. José Fernando Piva Lobato, conheceram o esquema de produção lavoura-pecuária implementado pela Cabanha Palmeira, em Camaquã/RS, em Dia de Campo realizado dia 18 de outubro.

A Cabanha Palmeira é dividida em três áreas: Estrela, Santa Isabel e Palmeira. A visita foi iniciada pela propriedade Santa Isabel, coordenada pelos irmãos Kátia e Álvaro Ribeiro, responsáveis pelo manejo pecuário e agrícola, respectivamente. A dupla apresentou as técnicas empregadas em pastagens de primeiro e segundo ano. Os alunos também conheceram parte do plantel de fêmeas Devon PO e PC com crias ao pé e receberam informações sobre as qualidades da raça. “O Devon é uma raça que produz muito bem. As fêmeas são mansas, leiteiras e com um ótimo índice de prenhez”, explica Kátia.

Para o professor Lobato, os objetivos da saída de campo foram todos alcançados. “É interessente para os alunos conhecerem in loco o trabalho dos criadores. Nestas visitas, eles entendem que o gado é uma consequência dos cuidados com o solo e a pastagem”, afirma Lobato. A vicepresidente da Associação Brasileira dos Criadores de Devon (ABCD), Elizabeth Cirne Lima, parabenizou a iniciativa. “O ânimo e a curiosidade dos alunos fizeram com que o Dia de Campo fosse de grande proveito”.

Os estudantes também aprovaram a visita. “É muito diferente ver a teoria aplicada na prática, fora da Universidade. Aqui é possível ver as características da raça e do manejo aplicado”, revela Vinícius Mathies, estudante do curso de Medicina Veterinária.


Outubro é marcado por remates Devon no RS

Outubro ficou marcado por importantes remates Devon no RS, com bom número de vendas de animais e faturamento.

No início do mês, o XI Remate 3 Marcas, realizado em São Borja, obteve faturamento de R$ 668 mil com a venda de 210 animais. Os touros Devon PO obtiveram média de R$ 5 mil, e os tatuados, de R$ 4 mil.

Já em Pelotas, na Expofeira do município, Estância da Gruta vendeu touros com média de R$ 3.500 e oito fêmeas com média de R$ 1.230,00.

Fechando o mês, o remate da Cabanha Santa Maria, de São Gabriel (RS), obteve faturamento de R$ 261 mil com a venda de 156 exemplares de Devon, Angus e cavalos Crioulos. A média dos touros Devon foi de R$ 7.500, valores 20% superiores aos de 2010. As novilhas Devon PO tiveram média de R$ 2.800.


Perfil do Criador

Reinoldes Cherubini - Fazenda São Valentin, Nova Prata

Reinoldes Cherubini, nos seus 73 anos de vida, olha para o passado e para o futuro com o mesmo orgulho e satisfação. Patriarca de uma família de cinco filhos, vê dois deles trilhando um caminho de dedicação e trabalho na Fazenda São Valentin, de Nova Prata/ RS. Na memória, as recordações de uma história iniciada pelo pai Reinaldo Cherubini, em 1947, e mantida por ele.

Desde aquela data, a família de origem italiana cria Devon na fria região da serra gaúcha. O pai de Reinoldes foi um dos pioneiros no estado a introduzir a raça. Por esse feito, ele foi homenageado com a criação de um troféu que leva o seu nome e que premia o melhor exemplar macho da raça Devon nos Campos de Cima da Serra.

Ao longo dos anos, o trabalho dos Cherubini já acumula cinco Grandes Campeonatos Machos na Expointer (1988, 1989, 2006, 2010 e 2011), dois Prêmios The Best como melhor criador de Devon (2007 e 2010) e 13 edições do troféu rotativo Reinaldo Cherubini.

“Entrei na pecuária por influência do meu pai, Reinaldo, que deixou a Fazenda São Valentin como herança”, relembra. Toda a sua vida se passou naquela fazenda de 525 hectares, que conta atualmente com 150 POs Devon e com o cultivo de soja, milho e pastagens de inverno para engorda bovina.

Para o futuro, ele planeja que seus filhos deem continuidade ao trabalho. “Hoje a São Valentin é uma marca. Quero que o futuro confirme a aposta feita por meu pai há 64 anos: que o Devon é uma raça completa e que está pronta para atender os desafios do futuro”, diz.