Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Touros

 

Vendas não decolam

Comercialização dos reprodutores desacelera em boa parte do País e setor espera retomada em 2017

Bruno Santos

O ano de 2015 foi excepcional para a pecuária brasileira, em especial, para o mercado de touros. Os pecuaristas foram agraciados por excelentes condições climáticas, forte demanda por carne e grande valorização de preço do boi. Nos remates, as médias dos reprodutores atingiram marcas históricas, com variação entre R$ 10 mil e R$ 12 mil. Assim, a temporada passada terminou com enorme euforia e expectativa de que, se o setor mantivesse a forte demanda, com o mesmo patamar de preço, 2016 seria espetacular.

Com a chegada do novo ano, mesmo com os problemas políticos no Brasil, o cenário, em um primeiro momento, manteve- se promissor. Porém, no decorrer dos primeiros meses, começou a apresentar indícios de queda. Condições climáticas ruins, com longo período de estiagem e baixa demanda por carne, somados aos problemas econômicos do País, impactaram negativamente no campo. Assim, ficou longe o crescimento de 20% em faturamento projetado pelas leiloeiras. “Foi um ano difícil, no qual a pecuária vai terminar com preço mais barato do que começou”, diz Maurício Tonhá, sócio-diretor da Estância Bahia.

Situada no pequeno município de Água Boa, na Região Noroeste de Mato Grosso, onde se realiza anualmente o maior leilão de gado comercial do mundo, a Estância Bahia contabilizou até o mês de outubro uma queda de 15% na quantidade de animais vendidos. Em 2015, a leiloeira comercializou no mesmo período 10 mil cabeças. “A escassez de chuva, em boa parte das regiões produtoras, prejudicou o desempenho do nosso setor”, lembra Tonhá.

Ainda de acordo com o leiloeiro, além da queda no número de touros comercializados, também houve recuo de preço na venda dos re...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!