Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Brasil de A a Z

“Cobra que não anda não engole sapo”

William Koury Filho é zootecnista, mestre e doutor em Produção Animal, jurado de pista de Angus a Zebu e proprietário da Brasil com Z® – Zootecnia Tropical

Amigos da lida, já estamos em dezembro, e 2015 caminha para o final. Não sei vocês, mas para mim o ano foi intenso; estou naquele gás final de quem busca as últimas energias para cruzar a linha de chegada. Pois é. Final do ano tem disso, é um marco, um tempo para recompor as forçar e se preparar para mais uma jornada, mais um ciclo, mais um espaço de tempo em que paramos para ponderar sobre o que aconteceu e o que está acontecendo em nossas vidas, no Brasil e no mundo.

Este ano, rodei muito, passando por dez diferentes estados do Brasil, incluindo extremos como Rio Grande do Sul e Acre, além de ter julgado a exposição nacional do Paraguai. Entre as ações de trabalho, foram julgamentos, leilões, cursos, treinamentos, dias de campo, palestras e muito, muito serviço de campo e no curral apartando, avaliando produtos pelo Sistema de Avaliação Morfológica (SAM) ou touros e matrizes pela metodologia Epmuras – Retrato Falado, e também dirigindo acasalamentos, portanto, interpretando morfologia e avaliações genéticas. Enfim, vi muito gado, e fica claro que quanto mais animais olhamos, melhora nossa capacidade de interpretação do que acontece e mais preparados nos tornamos para realizarmos ações no melhoramento genético dos rebanhos.

Analisamos rebanhos com diferentes critérios de seleção e criados em diferentes ambientes: pasto bom, pasto ruim, suplementação simples ou mais sofisticada, além das amplas diferenças climáticas e geográficas que encontramos entre tantas regiões diferentes do País. Acompanhar e desenvolver estratégias para venda de touros das eras de dois ou três anos, apartar ou mesmo observar lotes de bois para abate, são exercícios que ajudam a desenvolver as habilidades analíticas e deixam o técnico mais afiado para entender o contexto da atividade como um todo e trabalhar compreendendo mais a fundo o passo a passo para uma pecuária mais eficiente e produtiva.

Os técnicos e consultores especializados esforçam-se para transformar a pecuária em uma atividade coerente, precisa e com resultados eficazes, que esteja alinhada aos objetivos e critérios do criador e às expectativas do mercado. Fundada em 2004, a BrasilcomZ ®, por exemplo, é uma consultoria de melhoramento genético que atua nas etapas fundamentais do processo de seleção e oferece soluções técnico-comerciais para criadores de bovinos, colaborando para ajustar desvios em projetos pecuários em diversos estados do País.

Através das andanças, aprendemos a cada dia, seja com doutores que reforçam nossos alicerces no conhecimento técnico, com grandes gestores ou com a gente muito simples do campo, que traz de sua lida diária nos campos e currais Brasil afora as sabedorias conquistadas em toda essa experiência prática ao longo dos anos.

Nesta toada são 45 anos, mulher e 2 filhos, 20 anos de formado e 12 anos de BrasilcomZ coordenando uma competente equipe de profissionais. Posso dizer que hoje o sentimento é de felicidade pelos resultados conquistados com a possibilidade de conversar com mais gente através de mídias impressas, televisionadas e principalmente estar com pessoas cara a cara, olho no olho.

Todo ano penso em andar menos e passar mais tempo perto de minha família, a cada final de ano passo por essa reflexão conflitante, sobre como equilibrar melhor o tempo para trabalho, lazer e família. De toda maneira, viajar é preciso, fisicamente ou nas ideias. Considero simples, porém, sábias, as palavras do antigo provérbio portuga “Cobra que não anda não engole sapo”. O fato é que temos de tirar os pés do chão, seja a pé, de carro ou avião, pois é isso que nos proporciona conhecer novos lugares e aprender, ensinar, crescer e compartilhar. Procurar oferecer o nosso melhor em cada lugar que passamos às pessoas que encontramos no caminho, vivendo o presente de maneira a construir um futuro do qual, ao olharmos para trás, possamos nos orgulhar da trajetória percorrida.

Esse é meu espírito e minha filosofia. Bom final de ano e que 2016 seja abundante de paz e realizações.