Uma edição que vale por 12. A publicação destaca análises anuais dos principais setores da pecuária brasileira.

Informação com credibilidade há 17 anos!

Aliança Mercadológica

Ponto para o Angus

Carne da raça está em dois sanduíches do McDonalds: Angus Deluxe e Angus Bacon, inicialmente oferecidos em São Paulo e Brasília

Os primeiros contatos foram iniciados há pouco menos de dois anos. De um lado, a Associação Brasileira de Angus (ABA), representando os pecuaristas participantes do Programa Carne Angus Certificada, oferecendo a matéria-prima; do outro, o McDonalds, maior rede de fast food do mundo, oferecendo a possibilidade de comercialização de sanduíches elaborados com a carne Angus. Já a Marfrig Alimentos entraria como responsável pelo fomento, produção, abate dos animais selecionados e consequente processamento desses hambúrgueres. A proposta tornou-se realidade em novembro, entrando para a história da cadeia produtiva da carne bovina no Brasil.

“Os dirigentes da Angus, Marfrig e do McDonald’s iniciaram as conversações para estabelecer uma parceria e levar aos consumidores do Brasil um produto totalmente diferenciado, traduzido em um lanche que mostrasse ao consumidor a experiência de saborear a autêntica Carne Angus Certificada, reconhecida e valorizada em todo o mundo. Após esse período de preparação, desenvolvimento e produção, chegou o momento do lançamento no mercado. Assim, a principal rede de fast food do mundo tem agora um lanche que promete surpreender e encantar os consumidores brasileiros. Do outro lado, a Angus dá um passo excepcional para o programa de carne certificada. E a Marfrig, igualmente, com o programa de fomento”, explica Felipe Moura, diretor de Marketing da ABA.

Hamburgueres levam selos do Programa Carne Angus Certificada

O McDonald’s escolheu a carne Angus originária do Programa Carne Certificada para dar nome a dois novos sanduíches, que compõem a Linha Angus Premium: Angus Deluxe e Angus Bacon. Eles chegaram às lojas da cidade de São Paulo e Brasília na segunda quinzena de novembro. “O gado Angus é um dos mais apreciados em todo o mundo pela excelência e nobreza de sua carne, caracterizada por ser suculenta e muito saborosa”, explica Roberto Gnypek, diretor de Marketing da Arcos Dourados, empresa que opera a marca McDonald’s na América Latina.

“Para nós, da Associação Brasileira de Angus, ter dois sanduíches do McDonald’s com o nosso selo é a consagração da qualidade da carne Angus e do nosso Programa de Carne Certificada, que cresce ano após ano, a partir da maior participação dos pecuaristas que buscam a excelência na pecuária e a parceria de frigoríficos que confiam no nosso trabalho e na raça”, ressalta Paulo de Castro Marques, presidente da entidade.

“Ter o selo do Programa de Certificação da Angus estampado no cardápio da rede McDonald’s é ter a certeza de que os pecuaristas participantes do programa estão no rumo certo quanto à produção de carne de qualidade. Por outro lado, essa conquista representa a divulgação ao consumidor final da qualidade da carne Angus”, complementa Paulo Marques. A possibilidade de levar a grande número de consumidores, e de diferentes idades e classes sociais, a experiência de consumir um produto diferenciado é comemorada pela Angus. “É o reconhecimento a qualidade, seriedade e diferenciação da carne produzida segundo o nosso programa de certificação”, destaca Felipe Moura.

Toda a carne utilizada na produção dos sanduíches Angus lançados é processada com exclusividade pela Marfrig Alimentos, sendo submetida ao processo de certificação da ABA. O Marfrig mantém desde 2007 um programa de fomento à produção de animais Angus sem precedentes no Brasil. “Nosso programa incentiva financeiramente pecuaristas a multiplicar o que há de melhor em termos de genética voltada à produção da carne bovina no Brasil e oferece suporte técnico a partir de parceria entre indústria e produtor, garantindo, assim, a compra dos animais e a orientação sobre como atingir a carcaça ideal”, ressalta Luciano de Andrade, gerente nacional de fomento do Grupo Marfrig.

O McDonald’s é a primeira rede de fast food a criar uma linha de sanduíches remetendo a uma raça bovina. “Os consumidores estão acostumados com hambúrguer de picanha, fraldinha etc. Agora, queremos inserir no cotidiano do brasileiro a carne de Angus e mostrar que esta é realmente uma carne diferenciada”, explicou Celso Cruz, diretor de Supply Chain da rede McDonald’s. “Atento às preferências dos clientes, o McDonald’s busca sempre inovar e traz agora dois novos sanduíches premium, com sabor diferenciado. Assim como os demais produtos da rede, trata-se de um item de alta qualidade, produzido e preparado dentro dos mais rígidos padrões de controle”, completa Roberto Gnypek.

A Angus atua na parceria garantindo a origem, identidade e alto padrão de qualidade da carne do hambúrguer, desde o boi até a caixinha do McDonald’s. “O Marfrig, parceiro do programa, incentiva os pecuaristas a oferecer animais mais produtivos, potencializando a oferta de carne de padrão superior, o que melhora a qualidade do rebanho, além de utilizar práticas socioambientais responsáveis e que ajudam a fortalecer a imagem da carne brasileira no mercado internacional”, destaca Luciano.

Programa

O Carne Angus Certificada foi criado pela ABA em 2003 e tem por objetivos valorizar a carne de animais da raça e suas cruzas; pagar por qualidade aos produtores engajados; fomentar o crescimento da raça Angus; fortalecer e integrar a cadeia produtiva; e encorajar a produção de carne de alta qualidade.

Atualmente, conta com a participação de pecuaristas do Rio Grande do Sul, São Paulo e Centro-Oeste e tem o reconhecimento e a credibilidade internacional da Certificadora AUSMEAT, líder mundial em processos de padronização de frigoríficos, por meio do selo de Certificação AUSQUAL. Somente no 1º semestre de 2011, foram abatidas 100 mil cabeças segundo as especificações do programa.

“Participando do programa de certificação, os produtores têm o seu investimento em genética de qualidade reconhecido. Já o frigorífico passa a trabalhar com matéria-prima de alta qualidade e valor agregado, fideliza seus fornecedores e se aproxima dos produtores rurais, criando transparência nos negócios, uma vez que a classificação das carcaças é realizada pelos técnicos da própria entidade”, explica Fábio Medeiros.

A raça Angus tem evoluído no Brasil de forma vertiginosa nos últimos anos. “Nos últimos cinco anos crescemos 200% na inseminação artificial. Como este é um projeto permanente e de grandes proporções, torna-se necessário desenvolver fornecedores, habilitar unidades frigoríficas, expandir nosso processo de certificação e ampliar a oferta de animais para que fosse viável atender a demanda dos consumidores. O McDonald’s juntase a nós nesse processo”, conclui Paulo de Castro Marques.