A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Florestas

 

Inalcançável pela crise

As florestas plantadas espalham-se por 7,8 milhões de hectares e geraram, em 2015, 6% do PIB industrial do País, além de contribuirem com US$ 9 bilhões para a balança comercial. O montante de R$ 53 bilhões será investido no segmento até 2020

Jorge Correa

As florestas plantadas no Brasil estão espalhadas por 7,8 milhões de hectares, gerando matéria-prima para diversos segmentos, como celulose e papel, siderurgia e carvão vegetal, painéis de madeira e pisos laminados, entre outros. Considerando-se os dados de 2015 e os do primeiro semestre de 2016, não existem motivos para reclamar da crise que afeta diversos setores da economia. Segundo a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), os produtos da florestal alcançaram em 2015 uma receita bruta de R$ 69,1 bilhões, montante que representa 6% do PIB industrial. As exportações totalizaram US$ 9 bilhões. Além disso, o setor é responsável por 3,8 milhões de empregos e pela geração de R$ 11,3 bilhões em tributos federais, estaduais e municipais (em 2015), o que corresponde a 0,9% da arrecadação nacional.

Segundo a presidente executiva da Ibá, Elisabeth Carvalhaes, graças às suas condições edafoclimáticas (relação espécie-solo-clima para plantio), sua disponibilidade de terras e à tecnologia desenvolvida pelas empresas, o Brasil é um dos poucos países capazes de fornecer ao mundo produtos florestais mais sustentáveis, energia e uma gama de bioprodutos que estão em fase de desenvolvimento. “Nossas empresas estão realizando grandes investimentos até 2020, em torno de R$ 53 bilhões, seja para novos plantios ou para a modernização ou construção de novas unidades”, destaca a dirigente.

O segmento de celulose é responsável por 34% dos produtos que saem das florestas plantadas. É nele que são identi...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante desta revista, clique Aqui e Assine Agora!