A Granja do Ano – 33 anos da melhor prestação de informações e serviços ao profissional do campo.

Radiografia das principais atividades agrícolas, relação de instituições e empresas do agronegócio brasileiro.

Silos e Armanezamento

Safra guardada com SEGURANÇA

Equipamentos e serviços da Kepler Weber protegem e valorizam a produção depois da colheita

A Granja do Ano - Como podemos avaliar o momento do segmento de armazenagem no Brasil?

Felipe Maciel - Os produtores já estão conscientes da importância da armazenagem, por isso, o mercado vem evoluindo bastante. Para a Kepler Weber, líder no segmento de armazenagem na América do Sul com mais de 50% desse mercado, o crescimento das vendas foi de 40% de 2012 para 2013, no geral. Esse crescimento não é resultado exclusivo dos programas do Governo e sim de um conjunto de fatores: apoio do Governo Federal, os altos preços das commodities agrícolas, os excelentes resultados da safra 2013/2014, os investimentos da companhia, que possibilitaram um aumento significativo da receita, e a sua estratégia. Só no primeiro trimestre deste ano, a empresa obteve um aumento de 176,4% no lucro líquido e 45% na receita líquida se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Quais são os desafios que ainda precisam ser superados para que o Brasil consiga ampliar seus números de armazenagem nas fazendas?

Muito ainda precisar ser feito, porém, estamos no caminho certo. O novo Plano Safra de Armazenagem, o PCA, oportunizou a muitos produtores rurais investir em armazenagem nas fazendas. Taxas extremamente atrativas, com prazos de carência e de pagamento alongados, fizeram com que as pessoas percebessem que o investimento em armazenagem traz um retorno rápido (uma unidade média paga-se mais ou menos em cinco anos), e a grande características desse novo plano é o financiamento para a obra completa. Os financiamentos estão saindo em maior número e, se mantido conforme o plano original, teremos condições de reduzir bastante o déficit de armazenagem no horizonte 2018.

Felipe Maciel é gerente de Marketing da Kepler Weber

Como estão os negócios da Kepler na África? Fale um pouco sobre os projetos da empresa por lá, especialmente em relação ao silo criado para aquele mercado.

Em uma viagem à África, a Kepler Weber identificou um problema muito sério: a agricultura familiar carece de sistema de armazenagem. Trata-se de uma agricultura muito pequena na qual não há capital pra investir em um sistema de armazenagem completa. Os grãos são armazenados em péssimas condições, em plásticos ou no próprio solo, desperdiçando entre 60% e 70% da colheita. Diante disso, a Kepler Weber desenvolveu um sistema que armazena e possibilita a aeração dos grãos, garantindo sua melhor qualidade. O objetivo foi desenvolver um produto acessível financeiramente, que faça a armazenagem nas melhores condições possíveis e que possa ser processado com o viés da sustentabilidade, já que a aeração é impulsionada por placa fotovoltaica, evitando assim o consumo de energia. Os sistemas serão comercializados em dois modelos: 2,5 e 6 toneladas. Com este projeto, a Kepler Weber tem um propósito muito maior do que apenas fazer divisas com a venda dos produtos, a nossa grande preocupação é dar um pouco do nosso conhecimento em armazenagem para oportunizar que aquele povo tenha melhores condições de trabalho e de vida.

A Kepler vem disponibilizando cursos específicos para seus clientes. Qual é a importância da capacitação voltada ao uso dos equipamentos e como isso pode impactar positivamente na atividade do produtor na fazenda?

O programa de cursos direcionado aos clientes faz parte dos serviços pós-venda e tem como objetivo manter sempre os mais altos padrões de rendimento e qualidade dos equipamentos. Oferecemos aulas teóricas e práticas para operadores, líderes e supervisores das unidades armazenadoras, por meio de conceitos técnicos, características de equipamentos, formas de operação e regulagens, e pontos de manutenção preventiva e de limpeza.