Escolha do Leitor

NELORE INTEIRO x NELORE CASTRADO

Alexandre Menezes Dias¹; Leonardo Batista de Oliveira¹; Luís Carlos Vinhas Ítavo¹; Rogério Gonçalves Mateus¹; Eva Nara Oliveira Gomes¹; Fabiane Ortiz do Carmo Gomes Coca¹; Camila Celeste Brandão Ferreira Ítavo¹; Ériklis Nogueira²; Bruna Biava de Menezes1; Rodrigo Gonçalves Mateus³

Experimento realizado na Fazenda Guarani, situada no município de Sidrolândia/ MS, e na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (Famez) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul avaliou 180 novilhos da raça Nelore, sendo 90 animais castrados e 90 não castrados, com idade média de 28 meses e peso corporal médio inicial de 415,64 kg. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com dois tratamentos, animais castrados e não castrados, com 90 animais por tratamento.

Os animais foram distribuídos em 30 cabeças/baia, onde ficaram por 63 dias, sendo 15 para adaptação à dieta e 48 para coleta de dados. Foram realizadas quatro pesagens, sendo a primeira no início da adaptação; a segunda, no início do confinamento; a terceira, aos 24 dias; e a quarta pesagem, aos 48 dias, em jejum de sólidos por 16 horas.

As dietas eram compostas de milho grão e núcleo mineral-proteico- vitamínico na proporção de 850,0 g/kg de milho grão inteiro e 150,0 g/kg de núcleo mineral proteico- energético (Tabela 1). Foram realizadas análises bromatológicas da dieta, determinando os teores de matérias seca, orgânica e mineral, proteína bruta, extrato etéreo, fibra em detergente neutro e em detergente ácido.

Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!