Brasil de A a Z

 

Expogenética, mercado e conceitos

William Koury Filho é zootecnista, mestre e doutor em Produção Animal, jurado de pista de Angus a Zebu e proprietário da Brasil com Z® – Zootecnia Tropical

Amigos pecuaristas, agosto foi um mês intenso, com jogos olímpicos, julgamento do impeachment da presidente afastada e, mais especificamente em nossa área, aconteceu a Expogenética, a maior feira de gado avaliado do País.

Para começar, não posso deixar de falar dos jogos olímpicos Rio 2016, que sinalizou grande mudança de humor no povo brasileiro, até então cabisbaixo com a crise política e econômica do País e com a lembrança do fiasco e roubalheira que a copa do mundo 2014 deixou de herança para memória.

Pois é, o Rio deu um show e mostrou para o mundo um Brasil positivo, desde a abertura dos jogos até o seu desfecho com organização, simpatia e até medalha de ouro para a desacreditada seleção de futebol masculina, fiquei orgulhoso em ser brasileiro.

No Senado, o julgamento do impeachment rolou em meio a denúncias em delações premiadas que envolvem até juiz do Supremo. Discussões desiquilibradas têm sido frequentes entre aqueles que deveriam ser exemplo para a povo.

Com a saída do antigo governo, o sucesso dos jogos Rio 2016 e, diante da postura do presidente interino, a economia apresenta indicadores que sinalizam uma virada para a volta do crescimento. O clima de otimismo faz com que o mundo volte a investir mais no Brasil, o que impulsiona a entrada de dólares, valoriza o Real e promove mudanças no câmbio.

Na pecuária de corte, o cenário não é dos melhores. Aquele momento em que o mercado interno pouco comprador estava equilibrado pelas exportações atrativas, em função do dólar valorizado do semestre passado, já não conta mais com o câmbio favorável e, ...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!