Brasil de A a Z

 

Recuerdos de Paraguay

William Koury Filho é zootecnista, mestre e doutor em Produção Animal, jurado de pista de Angus a Zebu e proprietário da Brasil com Z® – Zootecnia Tropical

Amigos pecuaristas, julho foi de muita poeira nos currais pelo Brasil, seja apartando touros ou avaliando bezerros, chuva só um pouquinho em um cliente no Sul da Bahia. A agenda incluiu ainda consultoria técnica em importantes leilões de reprodutores melhoradores, mercadoria que temos chamado de “semente certificada”.

É satisfatório observar o crescente reconhecimento do mercado a projetos consistentes de melhoramento genético e morfológico funcional. Liquidez e valorização têm sido a resposta para mercadorias alicerçadas por conceitos sérios e que dão maior segurança ao investimento, seja para quem produz genética ou gado comercial.

Por falar em conceito, a conversa agora será sobre o Paraguai, país em que a Associação de Criadores de Nelore realiza ações bem interessantes.

Agora, em julho, fui para uma empreitada de três trabalhos em Assunção, o primeiro foi o julgamento do Nelore e Nelore Mocho, mas antes ainda vamos falar da viagem. Fui com minha esposa, gostaria que ela conhecesse a bonita capital do Paraguai. Lá chegando, nossa mala não chegou, isso às 3 horas da manhã, porque, antes ainda, o voo que sairia de Guarulhos às 22h30 atrasou depois que tivemos de mudar de aeronave por um problema na saída de emergência – melhor assim. Para confortar um pouco, mesmo às 3 da madruga, Raul Appleyard, um grande técnico paraguaio, estava no aeroporto para nos levar ao hotel.

É, amigos, nem tudo dá certo sempre, perrengues acontecem... mas vamos lá, então. Julgamento muito bacana, cansativo, pois eram cerca de 170 animais e muitos campeonatos para hablar no popular portunhol.

...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!