Sobrevoando

 

Primavera

Chegou a primavera e com ela a temporada de monta e inseminação. Que beleza!

Nesta época, vamos olhar com mais atenção para os catálogos de sêmen e para os leilões de touros e ventres na intenção de comprar o que achamos precisar.

Mas o que realmente precisamos? Mais touros? Mais sêmen? Mais vacas e novilhas? E o que comprar? De quem? Qual a raça? E em que quantidade? É o momento de comprar ou de vender?

Todo o ano é a mesma coisa, o mesmo frisson, é muita energia no ar.

Ir às compras sempre é bom, estimulante, chega a dar um frio na barriga. Será que vou conseguir comprar o touro que estou precisando? Será que o que pagamos no ano passado vai ser suficiente para comprar neste ano? São muitas perguntas e às vezes de difícil resposta.

Pelo que tenho sobrevoado por aí, me parece que os leilões de primavera têm tudo para ser um grande sucesso. A pecuária de corte vai embalada por números e valores muito bons e os fatores externos, por piores que sejam, parecem não ter a força necessária para acabar com o bom humor dos pecuaristas. Ainda bem!

Alguns especialistas nesse ramo, leiloeiros em sua grande maioria, estão apostando em valores superiores aos do ano passado, algo como uns 20% mais. E eu acredito que seja por aí mesmo, ou seja, prepara a carteira e coloca uns 20% mais para poder comprar o mesmo que no ano passado.

Sendo assim, valorize ao máximo as compras. Compre a raça certa, pesquise bem. Depois de ter a certeza da raça, escolha os animais de criadores que você saiba que são realmente competentes e selecionadores do que há de melhor e não somente engordadores de touros. Lembre também que o reprodutor que você comprar vai trabalhar na sua fazenda e não na do vendedor, então, procure touros e ventres que sejam criados na sua origem, em fazendas com manejos semelhantes ao seu, assim evita-se aquele velho problema de comprar um touro lindo e depois de alguns meses você não achar mais ele no rebanho porque está parecendo um garrote magro e feio (aliás, magro e feio em pecuária de corte são quase sinônimos).

Frequentar leilões pode ser uma experiência muito boa. Neles você vai encontrar e fazer amigos, trocar ideias, reforçar convicções, olhar um bom gado, comer churrasco ou um gostoso sanduíche, enfim, conviver com pessoas como você, que estão fazendo as mesmas coisas e que enfrentam as mesmas dificuldades e, ao mesmo tempo, podem ter soluções diferentes para o que você está enfrentando.

Invista nos animais que você achar que realmente farão a diferença, pague mais por eles. Se eles forem realmente o que você precisa, o dinheiro investido voltará rapidamente, e com juros. Não poupe aí. Não faça uma economia burra, invista!

Aproveite o clima de primavera e faça o dever de casa, pesquise bem, abra a carteira e compre o que está precisando.

Bons negócios!